Chinês se revolta e destrói Gallardo em público

Chinês destrói própria Gallardo (Reuters)

A história se repete milhões de vezes: o vendedor faz inúmeras promessas, trata você como rei/rainha, mas na hora do pós-venda o sentimento é de abandono e traição. E não é só por aqui, evidentemente. Um chinês de Qingdao, revoltado com o descaso do serviço de assistência, destruiu seu carro a marretadas. Detalhe: seu carro era nada menos do que uma Lamborghini Gallardo, com seis meses de uso.

A decepção começou com um problema no motor, que não ligava. Enviado à concessionária, o carro voltou sem o problema resolvido e ainda por cima com algumas avarias no chassis. Depois de idas e vindas, o chinês tentou até mesmo contatar Stephan Winkelmann, CEO da marca italiana. E nada de solução. O jeito foi esperar o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor e arrebentar o próprio carro a marretadas, com direito a ajudantes uniformizados e público. Se a moda pega no Brasil, as fabricantes de marretas ganhariam rios de dinheiro.

Imagine se a moda pega no Brasil (Reuters)

Avaliação: novo Toyota Corolla 2015

11 comments
ad
ad

Vamos ficar mais assustados é se por estes dias aparecer alguem fazendo a burrice de comprar um carro dece. fala sério!

billy
billy

ta certo ele nao presta ou joga fora ou arrebenta a marretadas :)

Wilson
Wilson

Olha, eu gostaria de fazer isso, mas nos carras 0km que ficam no show room da concessionária... Daí quem sabe, eles pudessem tirar as peças destes para colocar no meu, já que pra pedir uma de reposição na fábrica leva de 40 a 90 dias...

Brasileiro
Brasileiro

Nossa, se essa moda pega! Quero também fazer parte da marretada em políticos, irei até projetar uma com cantos vivos sem aparar nada e deixar enferrujar bastante!

DVC
DVC

@Leandro Pi

Boa! Também quero dar marretada nos políticos!

Leandro Pi
Leandro Pi

eu tb já reclamei bastante do mal funcionamento de alguns políticos nos quais eu votei.

Posso arrembetá-los a marretadas?

avocat
avocat

Pra um povo que tem o padrão e moral e ética diferente do ocidental.

Par um povo que não acredita em nada, que não vive estado democrático e tampouco Estado de direito até que fez pouco, pois podia ainda dar um tiro na cara do vendedor e por fogo na concessionária ao final.

Gustavo
Gustavo

Mandou bem demais!!!!!

Eduardo Cl
Eduardo Cl

Se essa moda pega... Vai ter um monte de brasileiro destruindo os seus maravilhosos carros nacionais com defeitos misteriosos (caso do Megane citado nesse site)