Controlar não fará mais a inspeção veicular em São Paulo

A Prefeitura de São Paulo encerrou oficialmente o contrato com a Controlar. Em ofício enviado, o prefeito Fernando Haddad informa o encerramento

Posto de inspeção da Controlar

Posto de inspeção da Controlar

Na cidade de São Paulo a inspeção veicular sempre foi um problema para o cidadão, tenho certeza que todos concordam que a medida pode melhorar a poluição, retirar os veículos com problemas das ruas, mas um ponto negativo sempre foi a Controlar, empresa que possui o contrato para “explorar” o serviço na capital paulista.

Com padrões que variavam de unidade para unidade, quem não conhece alguém que teve o carro reprovado em uma unidade e aprovado em outra. Processos robóticos, que não são claros ao cidadão.

Avaliação: novo Toyota Corolla 2015

Pois bem a Prefeitura de São Paulo encerrou oficialmente o contrato com a Controlar. Em ofício enviado no dia 6 de maio de 2013, o prefeito Fernando Haddad informa o encerramento do contrato.

De acordo com a Procuradoria-Geral do Município de São Paulo, o contrato foi finalizado “há mais de oito meses”. Isso porque três processos administrativos já foram abertos contra a empresa Controlar, classificada pelo prefeito Fernando Haddad como “caça-níquel e ficha-suja”.

Por ora, a atitude da Prefeitura tem consequências administrativas. Para os cidadãos, até o fim do ano, todos os carros emplacados na cidade continuam sendo obrigados a passar pelo teste ambiental, com taxa de R$ 47,44 – que deve ser ressarcida pela Prefeitura.

Veja também: Como trabalhar para uma fábrica de automóveis?

A partir de 2014, a inspeção veicular será obrigatória apenas para veículos com dez anos ou mais de uso. Segundo a nova norma aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo, os carros aprovados no teste não pagarão as taxas.

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook.

4 comments
Ari
Ari

O cidadão recolhia 47,00 para fazer a Inspeção, valor que seria devolvido caso o veículo fosse aprovado. Quem é contra a Inspeção é aquele que nunca faz nada no carro, a não se abastecer e andar, manutenção jamais e é claro que na hora da Inspeção serão reprovados, por isso são contra.

Este prefeito só esta contra o serviço porque usou isso como bandeira de campanha e alguns órgão da imprensa tem cobrado, senão ele também ficaria bem quietinho, besta e aquele que acredita que ele pensa no povo.

marco aurélio
marco aurélio

eu sou a favor de veículos que poluam menos o meio ambiente, trabalho no setor automitivo a 18 anos, e o que eu vejo é que nós brasileiros sempre ficamos com os restos que sobram de países de 1º mundo, a maioria dos carros que circulam hoje no brasil e projetos antigos de grandes montadoras, que lé fora ficaram obsoletos, e como sempre quem paga o pato é a população menos favorecidas que utilizam esses veículos, as montados podiam colocar sensores aos escapamentos dos veículos, com um luz de advertência no painel que indica quando o carro está emitindo gases nocivos a saúde e meio ambiente, por outro lado deviam motivar mais o uso de etanol, e por ultimo homologar oficinas sérias a realizar a inspeção e emitir o laudo de conformidade do veiculo.

marcos colombo
marcos colombo

pilantras nao fazem nada pelo meio ambiente e sim pelo seus proprios bolsos o povo por sua vez muito idiota brigam por 20 centavos em ves de se imporem contra alta taxa de impostos sobre nosso pais

kleber s s
kleber s s

controlar e daquele time du Kassab pilantra ninguém ta nem ai pro meio ambiente e sim pelo dinheiro a lei já perdeu pra grana .