Além de emitir menor quantidade de poluentes no meio ambiente, o Fox BlueMotion consome menos combustível. A versão é a principal novidade da linha 2013 do hatch compacto, apresentada pela Volkswagen no final desta última semana. O modelo serão oferecido em duas opções diferenciadas equipadas com o motor 1.6 litro 8V capaz de render 104 cv de potência máxima, que recebeu mudanças para reduzir a emissão de poluentes e diminuir o consumo de combustível. O Volkswagen Fox BlueMotion estará disponível por a partir de R$ 36.730, podendo atingir R$ 38,3 mil no modelo quatro portas.

Para contribuir para uma melhor aerodinâmica, o Fox BlueMotion adotou uma nova grade do radiador e da abertura do para-choque e defletores na tampa traseira e nas caixas de roda posteriores. No interior, o carro passou a contar com novo tecido nos bancos e um acabamento exclusivo na parte central do painel. De série, há apenas direção hidráulica e computador de bordo.

Assim como acontece com o Polo BlueMotion, o Fox BlueMotion traz o sistema de partia a frio com reservatório de gasolina. Porém, diferente do irmão maior, o lançamento não traz o sistema FlexStart, da Bosch. “Nosso maior objetivo era mesmo reduzir consumo. Essa tecnologia (FlexStart) ainda é cara, o aumento de sua demanda (pela utilização na linha Peugeot 308) não foi suficiente para baixar seu custo”, afirma Sampaio.

Além das mudanças no motor e no câmbio, que recebeu uma relação de marchas mais longa, o BlueMotion recebeu novos pneus, os nacionais Goodyear 175/70 R14. Em relação aos convencionais, esse tipo de pneus é dois centímetros mais estreito e tem maior quantidade de sílica na composição, para reduzir a resistência ao rolamento em até 23%. A pressão deles foi bastante ampliada. A calibragem traseira passou de 28 para 34 PSI, enquanto na dianteira foi de 29 para 36 PSI. “O uso de pressões elevadas é uma tendência na Europa, até porque o piso lá é melhor. Um Passat, por exemplo, emprega quase 40 PSI”, recorda o engenheiro da Volkswagen, José Luiz Loureiro.

Para reduzir a aspereza ao rodar devido o uso de pneus tão cheios, os amortecedores do Fox foram recalibrados.

A variante BlueMotion, que foi apresentada junto com o Novo Gol na mesma variante na última edição do Salão do Automóvel de São Paulo, deverá representar a 6% do mix de vendas da linha Fox, de acordo com o gerente de marketing da montadora, Henrique Sampaio. Apenas um quinto desse volume será do modelo duas portas.

Nos testes de consumo realizados pela empresa, o Fox obteve média de 16,1 quilômetros por litro abastecido com gasolina – o modelo convencional faz média de 14,3 km/l. Apesar de todas as mudanças, o BlueMotion não apresenta um desempenho inferior em relação as demais versões 1.6 do automóvel. De acordo com a VW, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos.