Harley-Davidson Sportster Iron 883

Harley-Davidson Sportster Iron 883

Seis décadas se passaram e a Harley-Davidson Sportster segue firme e forte na linha de modelos da fabricante norte-americana no mercado mundial. A custom está comemorando o seu 60º aniversário e, desde o seu lançamento, já passou por centenas de mudanças; sobretudo para se adaptar ao mercado que vem apresentando constantes alterações com o passar do tempo.

Inscreva-se no Canal do BlogAuto no YouTube, vídeos novos todo dia.

A Sportster surgiu a partir da concorrência acirrada com os fabricantes britânicos; tendo como base o modelo K (1952-1956) com seus cárteres únicos, mas com válvulas de cabeçote ao invés de válvulas laterais no motor de 883 cc. O modelo manteve ainda a suspensão hidráulica dianteira e traseira; um recurso bastante avançado para a época.

O primeiro modelo foi lançado em 1957, dotado de um motor de dois cilindros em “V”; com comando simples no cabeçote e refrigeração a ar. Um ano depois, a marca passou a oferecer a motocicleta também na configuração XLCH (Competition Hot), com visual e função off-road; com direito a para-choque traseiro e tanque peanut do modelo 5 125 cc de 1948.

Harley-Davidson Sportster Roadster com kit Café Racer

Harley-Davidson Sportster Roadster com kit Café Racer

Em 1970, a Harley-Davidson lançou a lendária XR 750, uma motocicleta mais “apimentada” com motor 750 cc OHV e que registrou diversas vitórias em corridas.

No ano de 1972, a XL recebeu uma versão do motor de 1.000 cc, baseado no Iron Head. Em 1976, a embreagem passou a se posicionar no lado esquerdo do guidão e o freio traseiro foi transferido para o lado direito da motocicleta. Já em 1977, a XLCR (café racer) trouxe suspensão traseira inspirada na XR750; freios de discos triplos; rodas de alumínio fundido; novo quadro e pedaleiras recuadas, sendo a Sportster mais esportiva já produzida pela H-D.

O ano de 1983 marcou a estreia da XR1000, criada com a montagem dos cilindros e cabeçotes da XR750 em um bloco já existente da família. Em 1986, a linha Sportster recebeu o motor Evolution, em substituição ao Iron Head; nas versões de 883 cc e 1.100 cc. Já no ano de 1987, foi a vez da XLH833 Hugger, um modelo mais esportivo.

Harley-Davidson Sportster em competição em 1964

Harley-Davidson Sportster em competição em 1964

Em 1991, todos os modelos Sportster receberam um novo câmbio de cinco marchas e, com exceção da base 883, uma transmissão final por correia dentada.

Já em 2000, a XL1200S Sportster Sport foi anunciada com duas pinças de freio de quatro pistões e outro na traseira; enquanto a XL883R surgiu dois anos depois com o escape 2 em 1, discos duplos na frente e guidão mais baixo. Em 2004, a linha adotou um novo quadro e motores montados sob coxins de borracha. Três anos depois, substituiu os carburadores pela injeção de combustível.

Em 2008, a Harley-Davidson anunciou a chegada da XR1200, com um motor de 90 cv; suspensão invertida; freios mais fortes; balança traseira de alumínio; pedaleiras recuadas e painel mais moderno. Outra novidade foi a chegada da Nighster com rodas pretas; motor cinza com acabamento dark e lanterna traseira em LED incorporada aos indicadores de direção.

Harley-Davidson Sportster em competição em 1977

Harley-Davidson Sportster em competição em 1977

No ano de 2010, a H-D reposicionou os modelos na linha Sportster. A XL883N Iron se tornou o modelo básico; enquanto a XL1200X Forty-Eight trouxe chassi à mostra e para-lama encurtado. Dois anos depois foi a vez da XL1200V Seventy-Two, com visual estilo chopper.

Veja também: As 5 motocicletas mais rápidas do mundo

A Iron 883 e a Forty-Eight receberam freios ABS e uma suspensão aprimorada em 2014. A XL1200CX, conhecida como Roadster, chegou em 2017 com suspensão invertida com tubos de 43 mm de diâmetro; novos amortecedores traseiros e um freio dianteiro mais forte.

Confira o BlogAuto no: Youtube, FacebookGoogle+, Instagram e Twitter.

Harley-Davidson Sportster celebra seu 60º aniversário

»crosslinked«