Kia Sportage 2011 custará a partir de R$ 83.900

Kia Sportage

A Kia resolveu aproveitar a boa maré para cobrar mais pelo novo Sportage. O irmão do ix35, da Hyundai, será mais barato que ele, mas não tanto quanto se imaginava. Os preços começam em R$ 83.900, cerca de R$ 5.000 a menos que o Hyundai, e chegam a R$ 103.900 na versão top.

Serão cinco versões diferentes, mas não especificadas ainda pela marca. O motor é o 2.0 16V CVVT de 166 cv, as transmissões são manual de cinco marchas ou automática de seis velocidades com opção sequencial.

Em relação ao antigo Sportage, o novo é 15 mm mais largo e 60 mm mais baixo. Nem precisa dizer: é visível a diferença de porte.

Avaliação: novo Toyota Corolla 2015

47 comments
Marcus
Marcus

Olá, nao tive a oportunidade de ver o Novo Sportage de perto ainda, mas gostaria de uma opniao de voces. Em matéria de beleza esterior, qual voces acharam mais bonito, o IX35 ou o Sportage?

Ernesto Friedman
Ernesto Friedman

Como curiosidade, o preço do Sportage nos USA (preço de referência) é US$18mil. Com dólar a R$1,7 temos a bagatela de R$30.600,00. A rapaziada que tá reclamando no site tem toda a razão, mesmo com o discurso de que os impostos aqui são altos, o preço do Sportage no Brasil (R$84 mil) é um roubo.

Beto Marone
Beto Marone

eu comprei uma sportage e estou muito satisfeito, o carro é um espetaculo, vale a pena... a kia está com preços muito bom em relação a concorrencia...é só chorar um pouquinho que o desconto é certo!!!

Carlos
Carlos

Sol mais a BMW X1 sai quase o mesmo preço

Carlos
Carlos

Bem, vi que toda a minha indignação com os preços exorbitantes dos carros brasileiros foi exposta aqui.

Realmente, somos feitos de idiotas e burros pelas montadores, mas o problema realmente é que aceitamos ser consumidores idiotas ao comprar esses carros com ospreços tão abusivos.

Acrescentando, não é só o preço de carro que é bem mais alto que nos outros países, veja o preço do combustível, um litro de gasolina custando quase 2 dolares, e ainda o governo faz propaganda que somos exportadores, autosuficientes, etc. Qual a vantagem que temos com isso? Se for para termos combustível mais barato, para que sermos autosuficientes???

Na verdade "todos os brasileiros" são feitos de idiotas pelas grandes empresas e, infelizmente, pelo próprio governo.

Por isso, ACORDEMOS....

Afonso
Afonso

O que pode funcionar é a boa e velha lei de mercado. Demanda e oferta desequilibrados joga os preços para o alto. Se o mercado não pagar o que é pedido, os preços caem. O difícil é brasileiro não se deixar seduzir pelos apelos de marketing.

Carlos Al
Carlos Al

Simplesmente um absurdo o preço do veiculo. Galera vamos fazer um protesto boca a boca, tipo formiguinha comentando com todas as pessoas que você conhece e pedir para não comprarem este carro com valor absurdo.

Não se esqueçam eu vou começar agora minha campanha. O CRV (HONDA) vai imperar nessa categoria.

Matheus
Matheus

Beletti, a venda de carros populares está relacionada com tudo o que falamos sobre os importados e automóveis de padrão acima do básico. Se estes automóveis são vendidos, em razão do cartel, acima do seu valor real, abre-se espaço para que os básicos tenho seus preços majorados. Todo mundo tem que entender que o carro hoje não é artigo de luxo, é uma importante necessidade pessoal e profissional do ser humano. Usar essa necessidade do ser humano de locomoção, e fazer os preços subirem artificialmente, através da orquestração ilegal do aumento de preços, é o que eles estão fazendo.

Luiz Beletti
Luiz Beletti

Falou-se muito sobre os importados, mas e as fábricas instaladas no Brasil que vendem carros secos, pelados, sem nada, com motores 1.0 na faixa dos R$ 30.000, 00? Eu não compro, sem chance, será que os chineses vão ajudar a mudar isto?

Andre
Andre

Eu fui ao salão muito feliz esperando trocar de sportage logo, mas quando cheguei la foi só decepção, além de caro não gostei do acabamento de dentro da kia, agora sentei e pensei vou trocar pela Sorento ou novo CRV q lança ano que vem, isso porque na minha concessionaria tinham 36 pessoas na fila, agora não vai sobrar mais nenhum, de tão caro que vai chegar esse carro, é um absurdo o preço que as concessionárias estão ganhando em cima, só porque estava abarrotado de pessoas na fila de espera. Acho que ninguem vai comprar esse carro por esse preço.

Sansil
Sansil

Prezados,

Com esses preços aviltantes os consumidores trouxas estão financiando a instalação das fabricas dessas inescrupolosas montadoras no Brasil. Deveríamos fazer um boicote e não comprarmos nenhum produto que naõ tenha preço compatível com o praticado fora do Brasil.

Matheus
Matheus

Fernando, o problema do cartel do mercado automotivo não é somente relacionado ao órgão de defesa do consumidor (PROCON), mas abrange toda a defesa da concorrência, que no Brasil é realizada, no âmbito administrativo, pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), por provocação da SEAD/MF (Secretaria de Acompanhamento Economico do Mininstério da Fazenda, ou da SDE (Secretaria de Defesa Econômica do Ministério da Justiça). No Brasil temos cartéis para tudo: automóveis, combustíveis (quantas vezes vc já viu vários postos de uma mesma cidade subirem o preço na mesma medida e ao mesmo tempo?), no setor de telefonia e por aí vai. A corrupção e a ilicitude no Brasil são investigadas no meio da política, o que é bom, mas ficam de fora das investigações a artes da imprensa (manipulaçtão da informação) e do poder econômico (manipulação de preços e de todo o sistema). Como disse o Comanche, havendo vontade política, haverá mecanismos de se combater os cartéis e equilibrar o mercado de modo a favorecer o interesse da sociedade e do consumidor. Pode ser usado o IR progressivo, a diminuição do II pessoa física com apoio ao consumidor para realizar as importaçoes (nos termos do post do Comanche), e ainda se pode prover os órgãos investigação dos atos anticoncorrenciais com um setor de inteligência (tipo a inteligência da PF) e de poderes de investigação ativos. Acredito que um dia poderemos encontrar alguém forte, do alto do poder político, que se desprenda do sistema, e esteja disposto a praticar esta pequena 'revolução', livrando o país dos gargalos de seu próprio desenvolvimento.

Alcir Antonio Curti
Alcir Antonio Curti

Sou mais um decepcionado com a questão do preço da Sportage.

Nesse preço, basicão, estou desistindo de uma compra que considerava certa.

Bobmail
Bobmail

Por este preço, compra-se duas nos EUA e ainda sobra grana para uma festa de arromba pra 100 pessoas (19.000 dólares cada - modelo básico, mais completo que o "nosso"). No México, um Civic completo, importado do Brasil, fica por uns 28 mil reais! Nossa Eco sport, diesel e completa, fica por uns 45 mil reais no Chile.... e por ai se vai.....

fernando meier
fernando meier

Matheus e Comanche, analise perfeita dos dois, só que faço uma pergunta: Há uma remota possibilidade do orgão de defesa do consumidor entrar nessa questão com mais profundidade?!!, pq essa ideia de aumentar o imposto de renda p/ lucros cada vez maiores é simplesmente brilhante, haja vista que os fabricantes pensam 1º neles, 2º neles 3º neles tambem e 4º se possivel neles proprios!!

Marcela
Marcela

Dizer que é um absurdo seria pouco, na verdade é uma grande falta de respeito ao consumidor, prometeram que manteriam o preço da atual uma vez que estão substituindo e agora comparam ao IX35 que alias foi um erro colocarem um preço tão alto. Nao sei como esta a demanda em outras capitais, mas na cidade que moro, não tenho visto nenhum rodar por aqui, acho que os consumidores não estão se iludindo tanto assim. Podiam todos esperar um tempo para fazer eles cairem na real...

Edelcio
Edelcio

tenho uma sportage 2010 iria comprar a nova se fica algo 75 mil mas 84 mil eu não dou e quer saber mais iria trocar o peugeot da minha esposa por um cerato não vou mais, para mim a KIa pode ir embora do Brasil

Edelcio
Edelcio

tenho uma sportange 2010 e iria trocar pela nova se custase algo 75 mil mas 84 mil eu não dou, o carro já não vai mais vender assim como eles esperam, vende muito na europa EUA porque o preço justo tanto que vieram somente 800 unid achei que iria ser pouco acho que com esse preço é muito tomara que venda bem pouco mesmo

Adriano
Adriano

Pessoal, concordo com todas as criticas ate agora expostas, em resumo: Em relação ao mercado de veiculos, somos trouxas e aceitamos ser trouxas.

Só faço algumas ressalvas: Não é so a KIA e a HYUNDAY que nos fazem de trouxas, sao praticamente todas que nos vendem carros caros com tecnologia inferior à europeia, mas nao é apenas culpa delas, alem da nossa capacidade para trouxa, uma das principais causas é o imposto de importacao absurdo.

Ademais é um absurdo um carro desse não vir com os novos motores à diesel, bem mais economicos e silenciosos, febre na Europa, é isso que mais me revolta. Se esses carros PELO MENOS viessem nesse preço à diesel, ficaria calado...MAS NAO, somos inclusive "roubados" nesse sentido, nos submetendo a pagar uma gasolina a um preço absurdo num carro dum porte desse, no qual o consumo se torna praticamente inviavel manter.......

Rodolpho
Rodolpho

Fiquei realmente impressionado com o absurdo do preço da nova Sportage. Desrespeito ao consumidor. Estava na duvida entre um Grand Vitara 2011 MT 4x4 ou o Sportage. Mas a alem da diferenca de preco tem a diferenca de carro. O Vitara 2011 ta por 80000, mas é um 4x4 e convenhamos que é bonito e com otimo acabamento. O Sportage por 84000(que acredito aumente ainda mais quando nas concessionarias), 4x2 e ainda sem a lanterna led? Fica dificil deixar o Vitara.

Comanche
Comanche

@Matheus

VALE A PENA LER

No meu entender existe uma "facilidade" de reversão. Mas tem de partir dos legisladores e administradores deste país (o que é o mais difícil).

A "facilidade" é a seguinte:

Quando os produtos de determinado setor industrial, comercial ou agrícola estão caros no Brasil, baixam a alíquota de importação do produto, de maneira a controlar a inflação e a demanda.

Se baixarem a alíquota de 35% da importação dos veículos automotores no Brasil, aliviará a situação, porém não resolverá totalmente, já que os importadores são os mesmos e as montadoras são multinacionais.

Porém existe uma jogada que derruba importadores e multinacionais do setor. Basta uma política de desconto maior no "II" imposto de importação para pessoas físicas e não jurídicas.

Funciona assim.

Para o importador ou montadora não reclamar, baixa a alíquota POR PERÍODO DETERMINADO DE 2 A 5 ANOS, informando que subirá após de 35% para 30 a 20% (para que as montadoras continuem a investir no país) e de quebra isenta ou reduz a números percentuais "inexpressivos" a importação do consumidor pessoa física (importador independente), sem qualquer vínculo com importadores comerciais, no máximo permitindo o auxílio de um despachante aduaneiro.

Para não arrebentar com o mercado, impõe número de cotas, ou seja, o importador pessoa física, poderá importar 1 veículo a cada determinado número de anos (de 1 em 1 ou 2 em 2 anos) de acordo com a média de troca de carros do brasileiro (também com essa isenção com prazo determinado de expiração e renovado em casos de novos abusos de preços).

O importador independente (consumidor de bem), fica impossibilitado de comercializar o produto da compra por (6 meses a 2 anos "é uma variante de datas"). isso já ocorreu no passado do Brasil e ainda ocorre para quem mora a mais de 5 anos fora do Brasil e quer importar seus carros de forma isenta de II, pois são obrigados a não comercializarem por determinado período.

Também é preciso facilitar o sistema burocrática, tipo um Poupa Tempo, onde o consumidor entra e lá encontra a Receita Federal, IBama, Cetesb, Despachante Aduaneiro.... e outros órgãos de visita obrigatória para quem quer importar). Quanto queremos tirar CNH, nos poupa tempo existem o Banco, o médico, o delegado...tudo para sair com a CNH no mesmo dia, e assim também poderá ser criado um Poupa Tempo de importação (mesmo que não seja para ficar pronto no mesmo dia, poderá ser um facilitador burocrático, ALÉM DE ORIENTADOR).

O que falta é vontade política neste país, é por isso que independente de qual seja o partido político A ou B, sempre é importante de tempos em tempos a mudança de qual partido for que no Poder esteja. Deixemos a ideologia de lado, deixemos a aversão a políticos A ou B, talvez nenhum dos dois candidatos tenham essa idéia, mas a mudança é completamente saudável para o Brasil. (Favor aquele que ler não me interpretar erradamente).

Com a facilitação da importação P.Física, abre-se no Brasil uma enorme possibilidade a permitir o consumidor ter aonde recorrer. É exatamente o que ocorre com determinados eletrônicos, bens de consumo, óculos, relógios que hoje todos compram no Ebay, mesmo pagando 60% de alíquota de II + 18% de ICMS em total cascata (só o icms chega a quase 35% do bem adquirido) o "Icms" só é tributado se o vendedor for empresa e não pessoa física também. Não é atoa, que o Brasil nunca teve tamanho déficit de divisas financeiras como está tendo agora, pois todo mundo compra pela internet e em viagens para o exterior.

A culpa dessas compras não é do consumidor, é do governo que cobra altos valores, bloqueia muito a entrada de importação, fazer carinhos no Mercosul que retribui com sobretaxas e cotas para produtos brasileiros que vão para Argentina e demais do Mercosul.

Quanto as peças para reposição de carros, também pode se isentar seja o importador P.Física ou até mesmo o P.Jurídica para reposição como uma política adequada, que não vou citar aqui, senão ficará muito extenso o texto.

Comanche
Comanche

Será que uma Sportage dá conta de entregar todos os recados que ela propõe a entrega?

Para quem está interessado em um SUV, fique atento, pois os "jipinhos" urbanos muito prometem ultrapassar qualquer terreno, mas na prática até Audi Q5 não dá conta do recado.

Vejam o vídeo do confronto entre a Audi Q5 x Bmw X3.

http://www.youtube.com/watch?v=HvqQuC_8VrM&fe...

Comanche
Comanche

@mtbf

Pois é. É bom fatos como esse ficar esclarecido na mente dos consumidores brasileiros, para que eles saibam o quanto caro eles pagam por esses veículos. O preço da Sportage antiga na versão básica era de R$63,000, o que faz a nova Sportage no Chile custar 72% menos do que a ANTIGA Sportage no Brasil, ambas na versão básica 4 cilindros a gasolina.

Agora com o dólar desvalorizado, e com a chegada da nova versão da

Sportage no Brasil, será que é correto um aumento substancial de 56% somente pela troca da versão antiga para a nova na equiparação com o Chile, fazendo com que a antiga se tinha diferença de 72% em favor do Chile, na nova para nova de ambos os países a diferença saltar para 128% ???

Fica claro e visível o ganho extorsivo da Kia Motors do Brasil.

Totalmente enganado está quem defende os aumentos de custo com os "trololós" do novo chassis, e uma enorme mudança de peças da versão nova. Pois no Chile os preços estão estáveis desde a antiga versão e no Brasil, os valores cobrados não se baseiam em aumento de "custo", mas sim em quanto o concorrente Hyundai iX35 está cobrando, para saber quanto a Kia Sportage também pode cobrar, além de quando o consumidor pode aceitar em pagar pelo aumento do preço.

Outra questão que os importadores analisam é, se o Corolla best-seller vende 2.0 entre R$70,000 a R$85,000, porque uma Sportage não pode custar acima de R$84,000 numa versão básica?

Só que eles esquecem que o Corolla somente é best-seller por que ainda mantém o inferior motor 1.8 quando comparado com o seu outro 2.0, devido ao 1.8 ser comercializado entre R$59,000 a R$65,000, valores de R$25,000 a R$20,000 mais barato do que a Kia Sportage básica, já que estamos tratando de básico para básico.

Acorda Consumidor.

Matheus
Matheus

John,

A solução para o decepcionante mercado brasileiro não é simpless. O Governo pode aumentar o imposto de renda das montadoras, tornando-o progressivo, como inclusive determina o art. 145, parágrafo primeiro, da Constituição Federal. Quanto mais lucro por operação de venda, maior a alíquota do Imposto de Renda. Além disso o Governo pode determinar uma investigação do que acontece nos bastidores do mercado, a partir da análise da agregação dos valores na cadeia produtiva. Parece que houve no mercado a formação de um cartel para empurar os preços para cima, o que é contra a lei. Do lado dos consumidores, a idéia é rejeitar os abusos de preços, deixando de comprar os produtos com sobrepreço (hipótese dificil em um mercado onde todas as montadoras participam do jogo combinado contra os consumidores). Além disso, há um segundo problema com a cultura do consumidor. O sujeito no Brasil compra um tênis ou um carro novo ou qualquer outra coisa e quer esnobar o outro sujeito do lado, achando que aquilo é um artigo de luxo. Carro, comida, roupas não são nem nunca foram artigos de luxo. São objetos essenciais a vida de qualquer pessoas. É o que eu sempre falo: quer aparecer, então compra um avião. Esnobar o outro por causa de comida, roupa, ou carro é muito baixo, é miserável, é mesquinho. Assim, no Brasil, a demasiada exploração econömica do brasileiro só vai mudar de forma definitiva quando mudar a cultura econömica (dos empresários e dos consumidores) do país. Quando imperar a filosofia de vender muito com a margem menor, as coisas vão melhorar, inclusive repercutindo na diminuição das taxas de juros. E isso só vai acontecer quando o "crime" de ganhar muito em uma só venda, dimuindo o mercado consumidor a um grupo pequeno de pessoas muito ricas, deixar de compensar.

mtbf
mtbf

@Comanche

Ou seja, com o que os chilenos pagam pela Sportage 2011 4x4 top diesel nós aqui no Brasil não conseguimos nem comprar a versão de entrada 4x2...

Comanche
Comanche

A básica no Chile é R$36.784,43 enquanto no Brasil a básica é R$83.900,00

Diferença "BÁSICA" de preço 128% entre o Chile e o Brasil, e essa diferença precisa ser dita, pois não é tributo em sua totalidade é absurdamente ganho extorsivo.

Comanche
Comanche

Vale a pena saber o custo Brasil.

Preços 15/10/10 – Kia New Sportage no Chile.

Fonte: http://www.kia.cl

Gasolina:

EX 2.0 Aut Full 4×4 = 15.590.000,00 (CLP) = R$54.151,96. Versão Top.

LX 2.0 Aut 4×4 = 13.390.000,00 (CLP) = R$46.510,25.

LX 2.0 Mec 4×4 = 12.790.000,00 (CLP) = R$44.426,14.

LX 2.0 Aut 4×2 = 12.190.000,00 (CLP) = R$42.342,04.

LX 2.0 Mec 4×2 = 11.590.000,00 (CLP) = R$40.257,94.

LX 2.0 Mec 4×2 = 10.590.000,00 (CLP) = R$36.784,43. Versão Básica.

Diesel:

EX 2.0 Aut Full 4×4 = 16.990.000,00 (CLP) = R$59.040,25. Versão Top.

LX 2.0 Aut 4×4 = 14.790.000,00 (CLP) = R$51.373,16.

LX 2.0 Mec 4×4 = 14.190.000,00 (CLP) = R$49.289,05.

LX 2.0 Mec 4×2 = 12.990.000,00 (CLP) = R$45.120,84. Versão Básica.

John
John

@Comanche

Lá fora, o aumento basicamente cobriu a desvalorização do dólar, ou seja - não houve aumento real!!

@Matheus

X2 - decepcionante a realidade do nosso mercado, como vamos mudar isso?

@Paulo

Paulo, veja que absurdo os juros que ainda se paga no Brasil...

Matheus
Matheus

A Kia traiu o mercado brasileiro, estabelecendo o preço do carro em 84 mil, bem acima do seu valor real. Descumpriu a promessa de entregar um bom carro por preço justo, e decepcionou milhares de potenciais clientes interessados em comprar o seu crossover. Agora a Kia é igual a todas as outras marcas, que exploram a filosofia do mercado brasileiro de que só uma pequena parte das pessoas, que paga os tubos pelo carro, podem adquirir produtos além do básico. Vendem poucas unidades com uma margem de lucro altíssima, ao invés de vender muito com uma margem de lucro jsuta. Abusam do brasileiro com as altas taxas de lucro sob o falso argumento de que tem que pagar tributos altos. Considerando o preço nos EUA (32 mil), e acrescentando 100% no valor a título de tributação brasileira, o Kia Sportage poderia chegar ao Brasil pelo preço de 64 mil. Os 20 mil reais que a Kia agregou no preço são fruto da ganância, a mesma ganância que orienta todas as montadoras e importadoras brasileiras. O mercado brasileiro virou uma espécie de financiador (ou patrocinador) do mercado mundial, que subsidia o preço dos carros praticados no resto do mundo. Parabéns Kia, por haver traído sua própria filosofia de bom custo benefício, para entrar na família Montadoras do Brasil.

Márcia
Márcia

Realmente concordo com todos, além do que foi comentado, achei muito pequeno o volume do porta malas e este em relação ao da captiva, ganha um pouquinho, pois a captiva possui um porta malas menor ainda, estava bastante interessada, mas decepcionei-me com o volume do mesmo, sendo que tem um espaço enorme para o estepe tirando espaço das bagagens.

Infelizmente nenhuma das duas servem!!!

Abraço

Jose Carvalho
Jose Carvalho

Também, vinha paquerando a nova sportage, mas com esse preço, e comparado aos mercados dos EUA, Chile e Argetina, é absurdo pagar o dobro. Nós consumidores devemos disciplinar o mercado, e disciplinar para baixo, e para fazer essa disciplina é deixar de comprar,e aí os fabricantes vão se mancar e baixar o preços. CRV aqui vou eu.

Marcio Wiegert
Marcio Wiegert

O carro é lindo, tava paquerando ele faz meses, mas o preço realmente uma decepção, 84 paus por um carro com cambio mecânico....é inexequivel.

Só pra vcs terem uma idéias a Captiva esse fds estava por 79,999.999999999 na Automec. Detalhe que é cambio automatico e 6 airbags e fora a rede de concessionarias....tem em tudo quanto é canto.

Paulo
Paulo

A verdade é uma só:

Brasileiro gosta de carro mas gosta mto mais de APARECER com o carro.

Nesse quesito, quanto mais caro o carro melhor. Fora que tem mta mta mta gente que não está nem aí para o NEGÓCIO da compra do carro... quer o carro para aparecer e paga o que FOR PRECISO, DO JEITO que for preciso... é só vcs verem quanta gente vai ter esses carros financiados em grande porcentagem... vão pagar quase 2... então pq o cara vai se preocupar com o preço? Ele vai pagar mto mais que os 80, 90, 100 mil mesmo...

Hj o crédito é mto fácil mas é caro, o preço avista deixou de ser interessante pras concessionárias.

P.S> Acho ótimo crédito e não tenho nada contra financiar veículos, mas sim o jeito como se fazem as coisas por aqui nesse país.

emandriao
emandriao

Uma coisa q nao entendo. Com a crise do mercado de automoveis, na Europa e EUA, nosso mercado emergente passou a ser mais interessante os fabricantes mundiais. Entao.......

por que temos que ser manipulados por CAOA, Souza Ramos e outros ?

por que estes fabricantes (Hyundai, Kia, MIT, Subaru e etc) terceirizam a distribuição e vendas de seus carros?

É ainda tao arriscado assim investir no Brasil?

Durangaba
Durangaba

Tava esperando pra ver o preço.

O carro é lindo, mas nesse preço não dá pra comprar.

Vai virar o Honda Fit da Kia.

Comanche
Comanche

@mtbf

Verdade Mtbf, eu marquei nessa. Confundi e depois de postado fiquei pensando se não havia me enganado(lembrei da fábrica a ser compartilhada com a outra japonesa em Goiás, do mesmo grupo S.Ramos). Obrigado pela correção.

Quanto a Suzuki, concordo totalmente com o que vc. disse e realmente estamos falando de um autêntico 4x4 que enfrenta qualquer trilha. Não há comparações entre os dois carros no quesito mecânico.

mtbf
mtbf

@Comanche

Só uma observação: a Suzuki é administrada no Brasil pela Souza Ramos, não pela CAOA. De resto, concordo com o que escreveu. A respeito do Grand Vitara, creio que seja um negócio muito melhor, pois está mais barato que esse Sportage e é um autêntico 4x4 com reduzida, mesmo em sua versão de entrada. Além disso, na minha opinião a Suzuki é uma marca muito superior à Kia em qualidade.

John
John

@Comanche

É isso - o mercado somente irá mudar quando os consumidores fizerem valer seu direito por produtos melhores e preços justos. É completamente imoral o que pagamos no Brasil por produtos industrializados. Os argentinos e chilenos, com mercados comparáveis ao de alguns de nossos estados (e até menores que alguns) recebem sempre modelos melhores, mais atualizados, com melhor acabamento, e com preço não raro menor que a metade do cobrado aqui. É revoltante.

APARECIDO MARCUS
APARECIDO MARCUS

A KIA VAI ESTRANGULAR O SPORTAGE COMO A HYUNDAI FEZ COM O TUCSOM EM RELAÇÃO AO IX 35, SE O SORENTO COM CAMBIO AUTOMATICO E TUDO MAIS CUSTA 96.000,00 E A SPORTAGE MANUAL 84.000,00, LOGICAMENTE A AUTOMATICA VAI SER UNS 90.000,00, AI PERDE PRA CAPTIVA E PRINCIPALMENTE HONDA CRV, PRA NAO DIZER AS REVISOES DA KIA QUE PARECE BRINCADEIRA, COBRAR NA FAIXA DE 1.000,OO POR REVISAO E DIZER QUE DA 5 ANOS DE GARANTIA POR SER UM BOM PRODUTO, NEM BRASILEIRO ACREDITA, TAVA DE OLHO NA NOVA SPORTAGE, MAS SINCERAMENTE ESTOU FORA, VAMOS DE HONDA CRV

Comanche
Comanche

Agora a foto é outra. Belezinha.

Comanche
Comanche

A Ex completa automática com motor V6 e tração 4x4, na versão que está saindo de linha no Brasil custa R$90.000,00, enquanto a nova 4 cilindros na versão intermediária custará este valor (não sabemos ainda se será traçada ou automática na versão intermediária).

Já a básica nova no valor de R$84,000 com tração 4x2 e manual (acredito eu) é bem mais cara do que a versão completa da 4 cilindros com câmbio automático e 4x4 que está saindo de linha no Brasil, pois a antiga sai de linha por R$75,500 e a nova básica entra por R$84,000.

Estava interessado em comprar uma, mas o contra do não ser flex e sabendo que logo será flex de maneira a desvalorizá-la já estava me deixando na retranca, agora com esses preços por R$84,000 numa básica ou mais de R$100,000 numa completa estou totalmente fora da compra.

Na faixa de R$100,000 tem a nova Edge que baixou o preço para R$122,000 e logo terá desconto da tabela. Tem a linha de Sedans da Mercedez, Audi e Bmw entre 115,000 e 120,000. Nesse preço a Sportage para mim é carta totalmente fora do baralho.

Assim, uma TR4 que é apertada e tem seguro caro, sendo flex, completa e 4x4 demonstra ter o preço uma "pechincha" se comparado com os Suvs coreanos.

Encontra-se Suzuki Grand Vitara que é da gananciosa Caoa, por R$73,000 completa manual.

Absurdo.

João
João

Que preço absurdo... Dizer que o preço é esse porque os outros também cobram é dizer que se os outros fazem os consumidores de otário, então a Kia também vai fazer. O pior é há quem pague (aproveitem enquanto ainda há crédito no banco)

Comanche
Comanche

@John

Meu texto ficou totalmente truncado - "Não o da foto que não está no salão, mas o que está no salão vem mais básico, pois não tem leds".

O que eu queria dizer é que a "Imagem desta matéria, não é igual ao Sportage que está no salão, pois a que está no salão não tem leds." coloquei a correção do texto, somente por que não ficou bem redigido, mas observei que mesmo assim vc. me entendeu.

Agora quanto ao fato de ser protótipo, obrigado pelo alerta, realmente não sabia que os leds do neblina eram somente para o protótipo.

Outra coisa que a imprensa coloca e eu não havia observado é a questão do câmbio manual "mecânico", pois você também tem razão, parabéns pela observação óbvia que poucos se atentam a ela.

Já quanto ao aumento da versão básica de R$63,000 para R$84,000 você observou exatamente o que eu havia observado, um aumento de R$21,000 ou seja, 33% ou "apenas" "quase nada" de um terço do valor antigo. Absurdo, tendo como relevância que o custo praticamente não sofreu alteração nos mercados de outros países para este Suv.

Absurdo Kia.

Abraços

John
John

@Comanche

O modelo da foto é o protótipo - o de série é bem simplificado mesmo, uma pena - não entendo pq os fabricantes ainda fazem isso.

O aumento de 63 mil para 84 mil é absurdo, para dizer pouco.

Acho curioso a Datafolha insistir em chamar câmbio manual de "mecânico", uma vez que ambos manual e automâtico são "mecânicos" (ainda não inventaram um câmbio magnético para carros...).

Comanche
Comanche

Só para servir de comparação, o Sportage mais barato era vendido por R$63,000 de tabela sugerida, não é desconto promocional não.

Vejam abaixo:

Kia Sportage ex 4x2 aut 2.0 72mil

Sportage ex 4x4 - 2.7 aut 90mil

sport. lx 4x2 mec 2.0 63mil

sport. lx 4x4 aut 2.0 73mil

sport. lx 4x4 mec 2.0 75,5mil

Preço datafolha - deve ter sido invertido os dois últimos preços

Comanche
Comanche

Não o da foto que não está no salão, mas o que está no salão vem mais básico, pois não tem leds...

Pega Ladrãaaaooooo.

Furtaram as lentes de Led dos faróis dianteiros de neblina da Sportage que vem para o Brasil.

Pega, pega...

Lucimar Sperotto
Lucimar Sperotto

Brasileiro aceita pagar tudo o que as montadoras pedem, aí dá nisso.

Trackbacks

  1. [...] O atual Sportage foi lançado no Brasil no final de 2010 e ganhou motor flex 2.0 no ano passado. Pelo ritmo de atualização da Kia, ele deverá chegar por aqui em 2014. [...]