Briga dos compactos com motor três cilindros

Briga dos compactos com motor três cilindros 1

Leonardo Andrade, especial para o BlogAuto – Há alguns anos, quem tinha R$ 30 mil na conta bancária e estava à procura de um carro 0 km devia que se contentar com modelos compactos populares, a maioria com uma lista de equipamentos bastante enxuta – alguns carros não ofereciam nem regulagem interna dos retrovisores –, motorização pacata e segurança bastante aquém do aceitável. No entanto, este cenário se reverteu de uma forma bastante drástica.

Inscreva-se no Canal do BlogAuto no YouTube, vídeos novos todo dia.

A primeira reação da indústria automotiva no segmento de populares veio com após a estreia das fabricantes chinesas, que por menos de R$ 40 mil oferecia carros “superequipados”, com airbags frontais, freios antibloqueantes ABS, direção hidráulica, vidros, travas e retrovisores com acionamentos elétricos, ar-condicionado e sistema de som. Com a chegada desses modelos, marcas mais tradicionais (leia-se Chevrolet, Fiat, Ford e Volkswagen) resolveram equipar seus carros mais baratos ou ao menos oferecer pacotes de opcionais a preços mais em conta.

Não contente com esses asiáticos e “pressionadas” pela lei do governo em equipar de fábrica todos os veículos com airbag e ABS, as fabricantes lançaram veículos inéditos e com uma série de recursos que até então estavam disponíveis apenas em modelos mais caros. O primeiro deles foi o Hyundai HB20, veja avaliação aqui, apresentado em setembro de 2012, que surpreendeu pelo visual moderno, acabamento interno refinado para a categoria, motorização moderna e lista de equipamentos recheada, com preços entre R$ 32 mil e R$ 48 mil.

Já o segundo foi o Chevrolet Onix, que apesar de não se sobressair na gama de motores, se destacou por trazer um visual atual e bem resolvido (sobretudo frente aos carros da marca na época, como Celta e Agile), interior diferenciado e com boa lista de equipamentos, com destaque para o sistema multimídia com tela sensível ao toque, recurso inédito na categoria.

Logo após a estreia dos dois e observando o sucesso da Hyundai e da Chevrolet no segmento, a Ford tratou logo de se renovar e lançou a nova geração do Ka, que foi introduzido no mercado dois anos depois. Outros modelos do segmento, apesar de permanecerem sem grandes mudanças (como uma nova geração), também receberam novidades importantes.

Veja também: Os melhores SUVs do Brasil com preço até R$ 80 mil

A maioria dos carros da categoria de compactos trazem um ponto em comum: o motor de três cilindros, que por aqui estreou no Kia Picanto. Hoje, além do coreano, Ford Ka, Hyundai HB20, Nissan March e Volkswagen Fox, Gol e up! dispõem desta opção. O Peugeot 208 também entra na briga, mas com um motor 1.2 litro, também de três cilindros. Pode-se dizer que se trata de uma nova era dos carros compactos, com os três cilindros entregando mais potência e menor consumo de combustível em relação aos antigos quatro cilindros.

Mas e aí, qual o melhor entre up!, Gol, Fox, Picanto, HB20, Ka, 208 e March?

Continue vem na próxima página, ou clique aqui.

»crosslinked«