Nissan Juke

Quando o conceito Qazana apareceu, em 2009, pouca gente deve ter acreditado que dali sairia um modelo de produção – o protótipo tinha formas exageradas e confusas. Mas eis que a Nissan o transformou em realidade. O Juke, seu nome de batismo, foi revelado hoje pela marca japonesa como novidade para o Salão de Genebra.

Há menos firulas, mas o visual do Juke é bem descontraído, com faróis duplos e para-choque e para-lamas largos como num modelo antigo. O interior não chega a ser futurista, mas exibe bom gosto.

Nissan Juke

A Nissan planeja lançar versões mais sofisticadas do modelo, para lhe colocar no segmento premium – há suspensão multilink na traseira, tração integral e motores com injeção direta de combustível e turbo. Mas haverá também modelos mais simples ainda que potentes (o mais fraco tem 110 cv).

Nissan Juke

O Juke fará parte da crescente categoria dos crossovers compactos que hoje reúne o Soul, da Kia, e o Mini Countryman, da BMW.