Hyundai Sonata

Meus caros, tenho aqui a tabela de preços sugeridos da Hyundai de setembro (ver imagem abaixo) e nela consta o novo Sonata com o valor de R$ 85.000, que é bem próximo ao informado pela revista Quatro Rodas na edição passada. Até aí, tudo bem, afinal o preço faz sentido: é próximo dos rivais Fusion e Malibu e menor que o do Azera, que é mais luxuoso. O problema é que na prática a CAOA, para variar, usou novamente a estratégia do i30 e do ix35.

Trouxe apenas exemplares mais equipados e, portanto, bem mais caros. Apenas 200 unidades desembarcaram no primeiro lote, como o repórter Rodrigo Mora destacou no iG Carros. E pior. Ao visitar uma concessionária da marca, ele se deparou com o real preço pedido pelo sedã de linhas pouco ortodoxas: R$ 105.000.

É bem mais que a tabela e R$ 10.000 superior ao que a Auto Esporte publicou ontem. Ou seja, certamente a CAOA terá pelo menos três pacotes no sedã naquele estilo “completo”, “completíssimo” ou “incrivelmente completo”. Agora cobrar quase o mesmo que um BMW 320 ou um Classe C 180 é achar que seu produto é coisa de outro mundo. Será que a Hyundai agora usará slogans em que diz que dá pau até nas três alemãs – melhor que a Jaguar ela já disse que é.

Enfim, agora é torcer para que a Kia não tenha essa ilusão de grandeza e cobre o justo pelo Optima e pelo Cadenza.

Barato só na tabela