A Nissan resolveu um dos assuntos mais intrigantes dos últimos meses: afinal, seu novo sedã compacto é um March sedã ou o novo Tiida sedã? Apresentado hoje no Salão de Nova York, o Versa Sedan (foto) é, na verdade, uma mistura dos dois. E pode se chamar Nissan Platina no Brasil.

Confuso? Também achei, mas vamos por partes:

1 – O Tiida hatch, recém-revelado, cresceu e ficou mais sofisticado. Ou seja, uma versão sedã dele encostaria no Sentra.

2 – A Nissan sabe que a versão sedã do March precisaria ser maior, mais espaçosa, com design próprio e outro nome.

3 – O Versa Sedan tem praticamente as mesmas dimensões do nosso Tiida Sedan (antigo Versa Sedan): 4,45 m de comprimento (4,47 m), 1,51 m de altura (1,55 m), 1,69 m de largura (igual) e 2,6 m de entreeixos (igual). Somente o porta-malas diminuiu – tinha 467 litros, agora tem 419 litros. É o preço para ter um design mais adequado.

4 – A Nissan vendia no México o Platina, nada mais que um Clio Sedan com logomarca dela.

5 – A Nissan perdeu a marca “Sunny” para a GM em 2008 no Brasil. Sunny é o outro nome do Versa Sedan.

6 – A Nissan registrou no Brasil no ano passado a marca “Nissan Platina”.

Em resumo, o Platina será produzido no México juntamente com o March (que chega ao Brasil em setembro), entrará no lugar do antigo Platina, terá quase o mesmo espaço e servirá de alternativa para brigar com Fiesta Sedan e Sonic sedã. Deixará o novo Tiida voltado para o segmento de hatches médios e o Sentra, no de sedãs. A mesma estratégia deverá se repetir no Brasil.

É pura dedução, não deu tempo de consultar alguma fonte ainda, mas parece fazer sentido. O que acham?

De quebra, a Nissan já disse que o Versa Sedan (Platina) será vendido em 170 mercados no mundo. O motor nos EUA é um 1.6 de 109 hp que contará com um câmbio CVT de seis marchas além do manual.

Só faltou dizer que o sedã é bem sem graça…

[nggallery id=53]