Jaime Ardila, presidente da GM na América Latina e, agora, do Brasil novamente

Como dissemos, hoje a General Motors recebeu a imprensa especializada em economia para falar sobre os resultados da empresa. A frase acima foi dita para a revista EXAME e reforça os planos da marca para renovar sua linha até 2012. Renovar inclui, sim, alguns tapas no visual, mas vários modelos novos, como os flagras mostram.

Mas o fato é que de quatro novidades inéditas para este ano, Jaime Ardila, presidente da montadora para a América Latina – e agora acumulando o cargo de CEO do Brasil, passou a prometer três. Os candidatos seriam o Cruze, o projeto GSV e o compacto Sonic, também conhecido como Aveo, como descobriu o blog Autos Segredos.

Talvez Ardila tenha considerado as duas versões do Cruze com uma coisa só, talvez algum modelo tenha atrasado mesmo. Mas a promessa de renovar o portfólio continua em pé. E haverá novidades para 2013 também. O executivo também deixou no ar um projeto para a classe C, como Volks, Fiat, Ford e Peugeot planejam. Se ele se refere ao Ônix, não sabemos, mas é pouco provável já que os sucessores da dupla Celta e Prisma não custarão barato.

A GM também procurou conter os boatos que indicam possíveis desavenças para a repentina saída da ex-presidente Denise Johnson, que deixou a empresa esta semana depois de mais duas décadas. Segundo a montadora, Denise teria tomado a decisão numa recente visita aos Estados Unidos, onde reencontrou sua família.