Volkswagen Amarok Highline

Câmbio automático. Um item fundamental para uma picape média nos dias de hoje. A Toyota Hilux, por exemplo, tem mais de 70% de suas vendas compostas por versões equipadas com a transmissão automática, que na líder japonesa tem apenas quatro velocidades. Porém, creio que a Volkswagen não sabia desse fato. A marca alemã lançou no início de 2010 sua primeira picape média, que chegou apostando no visual robusto, no espaço interno generoso, na caçamba ampla e, principalmente, na tecnologia.

Assista o vídeo: Papo de piloto como Chico Serra

Porém, se por um lado eram “mil maravilhas”, por outro a VW Amarok pecava em vários quesitos. O principal dele era a ausência da caixa de velocidades automática. Convenhamos que um cliente disposto a pagar mais de R$ 100 mil em um automóvel (ou utilitário de passeio, no caso) na maioria das vezes prefere a comodidade do câmbio automático. Mas somente agora, dois anos depois, a Volkswagen atendeu aos pedidos dos consumidores.

Volkswagen Amarok Highline

Finalmente a Amarok desembarcará ao mercado brasileiro com o esperado câmbio automático. E para recompensar a demora, a Volkswagen oferecerá uma moderníssima caixa de transmissão. Desenvolvido pela fabricante de transmissões alemã ZF, o câmbio tem oito velocidades (o dobro do oferecido pela Hilux AT) e nada mais, nada menos do que três embreagens. Com todos esses componentes, da para se imaginar como seria o desempenho de uma Amarok automática.

Junto ao câmbio, haverá novos motores, segundo revelou o site Argentina Autoblog. Os atuais propulsores turbodiesel 2.0 TDI de 122 cv e o 2.0 TDI biturbo de 163 cv deixarão de ser oferecidos para dar lugar aos novos 2.0 TDI de 140 cv e TDI biturbo de 180 cv, ambos também movidos a diesel. O propulsor mais forte da picape tem um forte torque de 43 kgfm, e vai de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos e tem velocidade máxima de 179 km/h.

Volkswagen Amarok Highline automática

Além disso, haverá mudanças no acabamento, condizendo com a proposta e a faixa de preço do veículo. Um motor flex não será lançado, por enquanto.

O lançamento da Volkswagen Amarok na linha 2013 será em março na Argentina, onde a picape é produzida, na planta da marca em El Pacheco. Portanto, como o modelo “brasileiro” vem importado direto do país hermano, podemos esperar sua chegada no mesmo mês. O preço? Conforme havíamos apurado junto à uma concessionária da marca, a Amarok automática custará R$ 129.900.

Agora só nos resta saber se todas essas mudanças serão o suficiente para a Amarok finalmente deslanchar nas vendas, apesar da chegada das novíssimas Chevrolet S10 e Ford Ranger.