Alfa Romeo Giulia

Alfa Romeo Giulia

Sergio Marchionne, o presidente do grupo FCA (que reúne a Fiat e a Chrysler), é um camarada obstinado. O italiano de espírito norte-americano tirou a Fiat do buraco, a uniu a Chrysler sem criar animosidades e agora parte para sua estratégia de marcas globais. A primeira foi a Jeep, que já se propaga mundo afora, incluindo o Brasil. E, a partir desta quarta-feira (24), será a vez da Alfa Romeo.

A mítica e talvez mais injustiçada marca de automóveis do mundo está em segundo plano há anos, mas isso vai mudar. Marchionne quer que ela seja concorrente das alemãs Audi, BMW e Mercedes-Benz. Imagem não falta, é verdade. O que será preciso é de um imenso trabalho em todas as áreas possíveis, de engenharia, design até pós-venda e marketing.

Alfa Romeo Giulia

Alfa Romeo Giulia

Difícil ou não, esse projeto começará com o Giulia, um sedã médio rival do Série 3, A4 e Classe C. Com um visual mais bruto, frente longa e o indefectível visual frontal da marca, o sedã tem tração traseira e uma versão esportiva com motor 6 cilindros com 510 cv. Segundo a marca, ele pode ir de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos. Depois dele, virá um SUV baseado na sua plataforma, uma jogada bem óbvia.

Para se ter uma ideia, a Alfa não lançava um modelo novo desde 2008 quando chegou ao mercado o MiTo, um subcompacto hatch. O antecessor do Giulia, o 159, é mais velho ainda e deriva do 156, um dos poucos carros ainda admirados dos últimos tempos da marca italiana.

Alfa Romeo Giulia

Alfa Romeo Giulia

Veja também: Os melhores SUVs do Brasil com preço até R$ 80 mil

Sinal de que os planos agora são para valer é que a FCA está levando jornalistas brasileiros para esse lançamento mundial. O Brasil saiu da rota da Alfa há muitos anos, embora ainda conste nos informes da Anfavea. A presença da midia nacional pode ser apenas uma sinalização, mas já demonstra que a Alfa Romeo pensa grande assim como seu executivo-chefe.

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook e no  Google+.

Alfa Romeo muda para encarar alemãs de luxo