Sergio Marchionne, CEO do Grupo Fiat

Sergio Marchionne, CEO do Grupo Fiat Chrysler

A Fiat anunciou nesta segunda-feira, 6, um plano de investimento de R$ 15 bilhões que serão aplicados no Brasil até 2016. O montante é recorde na história da montadora italiana e foi comunicado à presidente Dilma Rousseff nesta tarde em Brasília.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

A montadora não detalhou onde estão sendo aplicados exatamente os recursos, mas adiantou que eles serão usados na nova fábrica da Fiat em Goiana, Pernambuco, que terá capacidade para produzir 250 mil unidades por ano a partir de 2015. Já a subsidiária Iveco produzirá o caminhão Magirus em Sete Lagoas além de veículos de defesa enquanto que a unidade paranense será ampliada para fabricar mais tratores.

A planta de Betim, a maior da empresa no mundo, terá sua capacidade ampliada de 800 mil para 950 mil unidades por ano. A Fiat também desenvolverá uma nova família de motores que visa atender as exigências do Inovar-Auto, o programa de concessões do governo federal para as empresas que investirem no País.

A importância do anúncio trouxe o presidente mundial da Fiat Chrysler ao Brasil, Sergio Marchionne, que visitou a presidente em companhia do CEO da América Latina da Fiat, Cledorvino Belini. Dos R$ 15 bilhões, R$ 9 bilhões já faziam parte do plano anunciado em 2011 que  agora receberam o acréscimo de R$ 6 bilhões.