Fiat Palio: líder pela primeira vez

Fiat Palio: líder pela primeira vez

Com a divulgação dos dados de emplacamentos esta semana, o ranking de vendas de 2014 está completo. Com isso, já podemos apontar os campeões de vendas nas principais categorias à venda no Brasil no ano passado. Neste post, vamos falar dos hatches compactos.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

1º Palio – 184,3 mil unidades

Como é regra no Brasil, o hatch compacto é sempre o carro mais vendido do Brasil, portanto, o Palio é o vencedor em 2014. Emplacou  mais de 184 mil carros, mais que em 2013, quando vendeu 177 mil. É algo raro num  mercado que caiu significativamente, mas há como explicar. Sem o Uno e o Gol G4, o Palio Fire virou praticamente a única opção de modelo pé-de-boi. Ainda assim, o modelo da Fiat foi o mais vendido no varejo, passando o Onix no final do ano. Isso significa que ter dois modelos sob o mesmo nome ajudou.

2º Gol – 183,3 mil unidades

O ano já seria difícil para o Gol mesmo que ainda existisse o G4, mas a chegada do up! e a elevação do preço para um patamar acima de 30 mil reais mataram as pretensões da Volks. Ela tentou brigar com o HB20 e Onix nas versões de entrada mas não conseguiu. Não dá. O Gol está defasado mesmo dentro da VW: não usa os motores mais modernos, carece de um acabamento melhor e não tem nem opção de central multimídia. Tudo isso, dizem, muda este ano para ganhar tempo até a próxima geração.

3º Onix – 150,8 mil unidades

Por falar em Onix, o hatch da Chevrolet é, digamos, o modelo mais vitorioso da categoria. Emplacou quase 151 mil unidades, das quais 130 mil vendidas para pessoas físicas. Isso num carro mais caro que Gol e Palio. Como explicamos em outro post, a GM faturou bem mais que VW e Fiat nesse segmento e isso é o que vale no fim das contas.

4º Uno – 122,2 mil unidades

Outro que teve um 2014 ruim. Sem o Mille e já desatualizado, o Uno só mudou em setembro e o tapa no visual ainda não fez efeito nas vendas. O Uno perdeu nada menos que um terço das vendas de 2013, pior até que o Gol, que caiu 28%. Apesar das novidades, a vida não será fácil para o Fiat, que nem é mais o carrinho fofinho de antes nem um hatch mais masculino.

5º HB20 – 119,7 mil unidades

A situação ainda é confortável para o HB20, mas é bom a Hyundai não descuidar. O visual bacana, o acabamento de carro médio e o status da marca não vão durar para sempre. Não é à toa que o hatch deverá receber seu primeiro tapa no visual este ano. Espera-se que ganhe mais conteúdo e uma central multimídia desde a versão de entrada.

6º Fiesta – 108,4 mil unidades

Sem o Rocam, o Fiesta passou a vender bem menos no final do ano. É claro que estamos falando de um compacto ‘premium’ e por isso seu volume é impressionante, mas é possível que o novo Ka comece a roubar vendas dele também.

7º Sandero – 95,4 mil unidades

O Renault já vendia bem e agora dá motivos para isso. A nova geração é bem melhor que a anterior, isso mesmo sem ter um motor fabuloso, direção elétrica e um câmbio digno. Mas o preço é bom comparado aos rivais.

8º Fox – 89 mil unidades

O atual Fox em nada se parece com o primeiro, que era um carro ‘feminino’, meio minivan e com um painel minimalista e, para ser honesto, ridículo. Agora, não, o hatch é o que há de mais moderno e sofisticado entre os compactos da VW. O problema é que o visual já deu, mesmo com esse jeitinho de mini-Golf VII. A verdade que a Volkswagen precisa de um hatch compacto 100% novo, esportivo e moderno. Eles sabem e podem fazer isso, mas não fazem, ao menos por enquanto.

9º up! – 58,9 mil unidades

Pois é, o up! chegou com pinta de campeão, parecia poder virar o carro mais vendido da Volks, mas…custa caro para um carro que nem parece grande. Em que pese todos os seus avanços, sobretudo em segurança, o up! é um subcompacto inflado e isso parece percebido pela clientela, que acaba optando por modelos maiores. Se o up! viesse mais equipado desde a versão básica e custasse R$ 30 mil a Volks venderia a rodo.

10º Ka – 43,8 mil unidades

É o fenômeno de 2014. O visual nem é assim uma ‘Brastemp’ e o acabamento tem partes sofríveis, mas o Ka oferece coisas bem legais como a direção elétrica precisa, bons itens de série, espaço adequado e o principal, um motor 1.0 potente e econômico que extermina alguns 1.4 mancos do mercado. Ele já briga pau a pau com Onix, HB20 e Sandero.

A turma de baixo

Fora da lista dos 10 mais, temos dois velhinhos que estão em baixa, o Celta (11º) e o Clio (17º), mas também algumas novidades que não ‘pegaram’. O Etios, por exemplo, até melhorou suas vendas, mas é apenas o 12º (38,9 mil carros). O March, mesmo renovado e com preço baixo, só conseguiu vender 24,6 mil unidades e a dupla francesa C3 e 208, venderam 28,7 mil e 23,5 mil, respectivamente.

Veja também: Os melhores SUVs do Brasil com preço até R$ 80 mil

Palpites para 2015

O Palio deve se manter como o mais vendido, mas a diferença para os hatches mais novos e bem-sucedidos deve ser pequena. Nessa briga particular, apostaria no Ka à frente do Onix. HB20 e Sandero ali perto e o Gol atrás deles.

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook e no Google+.

Fiat Palio é o hatch compacto mais vendido em 2014