Agora que está pressionada pela iminente falência, a General Motors começou a levar a sério a possibilidade de reduzir sua inexplicável gama de marcas, que inclui nada menos que 12 marcas! Segundo fontes internas ouvidas pelo site Bloomberg, a GM pensa em se desfazer das marcas Pontiac, Saturn e da sueca Saab.

A medida seria necessária para aprovar o pacote de ajuda pedido ao governo dos Estados Unidos. O congresso americano negou o pedido de US$ 25 bilhões esta semana e pediu às três montadoras planos mais claros sobre a tentativa de recuperação delas.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

No caso da General Motors, as medidas passariam por reduzir o número de marcas que, além das três citadas acima, incluiria também a combalida Hummer, hoje vilã número 1 da linha.

Ainda assim sobrariam Chevrolet, Cadillac, GMC, Daewoo, Holden, Opel, Vauxhall e Buick. Destas, certamente a Buick é desprezível também. Tal qual a Ford, o ideal seria ter uma marca forte mundialmente, no caso Chevrolet, uma marca premium, a Cadillac, e tentar unificar Daewoo, Holden, Opel e Vauxhall numa coisa só, já que são nomes fortes localmente, mas sem grande associação com a GM.

Os congressistas americanos voltarão a analisar o pedido de ajuda na segunda semana de dezembro.