Honda CR-Z 2011

Após aparecer em catálogos e como protótipo antes disso, o CR-Z, enfim, foi apresentado em sua versão definitiva. O pequeno cupê esportivo da Honda veio para ocupar o lugar que já foi do CR-X no passado, daí sua forma semelhante, mas o CR-Z é mais que isso. Segundo a marca japonesa, trata-se do primeiro híbrido esportivo do mundo.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

O sistema de propulsão batizado de IMA (Integrated Motor Assist) é o mesmo do Insight, o híbrido rival do Prius, da Toyota: um motor 1.5 litro de 102 cv aliado a um elétrico de 20 cv. Com essa configuração, o CR-Z consegue rodar 20 km com apenas um litro de gasolina.

O modelo será vendido nos Estados Unidos a partir de julho em duas versões, CR-Z básica e CR-Z EX, mas, para um esportivo, faltou dizer do que ele é capaz em matéria de performance – a Honda, simplesmente, não divulga nenhum dado a respeito.

O CR-Z traz, entre outros destaques, três modos de condução: normal, esportivo e econômico. Outra curiosidade é seu belo painel de instrumentos, com o DNA do Civic, mas muito mais interessante. Em vez de marcar o velocímetro com medidas em milhas e quilômetros basta ao dono do CR-Z clicar um botão e o display alterna o sistema de medição.

A Honda apresentará uma versão teoricamente diferente do CR-Z no Salão de Genebra, em março, voltada para o público europeu.