Modelos históricos da Jaguar no Mille Miglia

Modelos históricos da Jaguar no Mille Miglia

A Jaguar está comemorando seu 80º aniversário com a apresentação de nove veículos raros e históricos de sua linha na edição 2015 da Mille Miglia, corrida que teve início no último dia 14 e percorre grande parte do território italiano, saindo da cidade de Brescia rumo à Roma e com retorno ao local de largada.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

A exposição da Jaguar conta com três exemplares do C-type, outros três do D-type, além de um XK-120, um XK-140 e um MK II, todos produzidos durante a década de 50 e considerados verdadeiras obras de arte sobre quatro rodas até os dias de hoje.

Um dos exemplares do C-Type que participarão da prova exibe o código de registro “NDU 289”, que comprova ser o mesmo modelo que participou da edição original da Mille Miglia em 1953. Na época, o modelo foi conduzido pelos pilotos Mario Tadini e Franco Cortese. Já neste ano, o esportivo será pilotado pelo Diretor de Engenharia da Jaguar, Mike Cross.

Jaguar C-Type

Jaguar C-Type

Outro modelo do C-Type já foi conduzido por Sir Jackie Stewart, uma das lendas do automobilismo mundial, entre 1953 e 1955. Já em 2015, o mesmo modelo será conduzido pelo pentacampeão das 24 Horas de Le Mans e tricampeão das 24 Horas de Daytona, o piloto Derek Bell.

Já o terceiro C-Type conta com o registro “PUG 676” e foi utilizado em corridas durante o período pós 2ª Guerra. Ele será pilotado pelo seu proprietário e atual presidente do Comité Real de Veículos a Motor, Bem Cussons.

Na linha D-Type, o primeiro traz registro “NVC 260” e competiu em diversas edições da prova na década de 80. O modelo pertenceu a Ralph Lauren, competiu diversas provas entre os anos de 1956 e 1957. Ele será conduzido nesta edição por Simon Kidston, seu atual proprietário e um dos maiores experts em automóveis do mundo.

Modelo histórico da Jaguar no Mille Miglia

Modelo histórico da Jaguar no Mille Miglia

No segundo, há o registro “RSF 303” e marcou presença em diversas corridas na década de 50. O modelo foi criado para participar 24 Horas de Le Mans e conquistou o vice-campeonato da prova na edição de 1957. No mesmo ano e em 1958, ele também participou da Mille Miglia. Em 2015, ele será conduzido pelo Diretor de Design da Jaguar Ian Callum, acompanhado pelo empresário Clive Beecham.

Veja também: 10 carros mais caros em 2014 nos leilões

O terceiro D-Type, que traz o registro “393 RW”, foi vencedor das 12 Horas de Remis em 1956 e conquistou o sexto lugar nas 24 Horas de Le Mans no mesmo ano. Ele será conduzido nesta edição pelo renomado chef James Martin, que apresenta o programa Saturday Kitchen pela rede de TV britânica BBC.

O XK-120, de registro “OOF 748”, será conduzido por Joddie Kidd, apresentadora do programa “The Classic Car Show”, exibido no Reino Unido. O XK-140, por sua vez, foi lançado em setembro de 1954 e traz o registro “TAC 743”. Em 2006, o modelo foi completamente restaurado pelo piloto David Hobbs. Por fim, o luxuoso sedã MK II se diferencia pela velocidade máxima de quase 200 km/h mesmo com cinco pessoas a bordo, marca impressionante para a década de 50.

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook e no  Google+.

Jaguar leva modelos históricos ao Mille Miglia