Paulo Kakinoff, presidente da Audi Brasil

Notícia um tanto surpreendente no setor automobilístico: Paulo Sérgio Kakinoff está deixando o grupo Volkswagen, onde estava desde 1993. Atualmente o executivo ocupava o cargo de presidente da Audi no Brasil e era cotado para assumir um dia a presidência da Volkswagen no país. Segundo nota da revista Istoé, ele assumirá a presidência da Gol Transportes Aéreos.

Considerado um dos mais promissores profissionais do meio, Kakinoff teve carreira meteórica na Volks. Há 11 anos era gerente nacional de vendas e dois anos depois virou diretor de marketing e pouco depois assumiu a diretoria de vendas. Em 2007 passou a atuar na Alemanha como diretor-executivo do grupo Volkswagen América do Sul, entre outras funções.

Em 2009, numa viagem para a Alemanha, tive a oportunidade, com outros colegas jornalistas, de desvendar sua ida para a Audi. Encontramos com ele dentro do avião na volta e “blefamos” ao parabenizá-lo pelo novo posto. Embora experiente, Kakinoff acabou entregando que havia sido promovido para a presidência da Audi no Brasil.

Nesses três anos à frente da marca, o executivo buscou reaproximar os concessionários da marca, aumentar o portfólio e preparar a chegada de modelos com maior apelo de vendas como o A1 e o Q3. Vai pegar uma senhora pedreira: a companhia aérea Gol vem de grandes prejuízos desde a incorporação da Varig.