Renault Kadjar

Renault Kadjar

Além do Captur no segmento de crossovers compactos, a Renault quer fazer sucesso também entre os utilitários-esportivos médios, para tentar apagar o fracasso do velho Koleos. O novo Renault Kadjar (uma mistura de Kad, inspirado em “quad” como referência a capacidade fora de estrada do modelo, com Jar, das palavras francesas “agile” e “jaillir”, em alusão a sua agilidade) começa a ser vendido em diversos mercados do mundo para competir com modelos como Honda CR-V e Hyundai ix35.

Se depender apenas do visual, o novo Renault Kadjar vai ser um modelo bem sucedido no mercado. As linhas do novo crossover médio são bastante semelhantes as do modelo menor, sobretudo pela dianteira da carroceria com aparência agressiva, evidenciada pelos faróis afilados e a grade pronunciada. Há também como destaque os vincos e detalhes côncavos, em especial nas laterais.

Renault Kadjar

Renault Kadjar

O interior, no entanto, perde um pouco da ousadia da parte externa, mas não desagrada quando o assunto é acabamento e itens de série. O Kadjar vem equipado com equipamentos como o novo sistema multimídia R-Link 2, munido de uma tela sensível ao toque de 7 polegadas e comandos de voz para controlar estação de rádio, músicas, telefone, aplicativos e navegador GPS.

A plataforma do Kadjar é a mesma do primo Nissan Qashqai, a Common Module Family (CMF), que deve ser usada também em outros modelos do grupo Renault-Nissan. Mesmo assim, o carro francês é maior que o japonês, com 4,45 metros de comprimento, 1,84 m de largura e 1,6 m de altura. O porta-malas, por sua vez, tem capacidade de 472 litros.

Renault Kadjar

Renault Kadjar

Os motores, por outro lado, ainda não foram divulgados. Mas ao que tudo indica, o Renault Kadjar vai ser equipado com os a gasolina 1.2 1.2 TCe de 130 cv e 1.6 TCe de até 200 cv, e os a diesel 1.5 dCi de 115 cv e 1.6 dCi de 160 cv, com câmbio automatizado de dupla embreagem e tração nas quatro rodas como opcional.

Veja também: 10 carros mais caros em 2014 nos leilões

A produção do Renault acontecerá na China, sendo o primeiro modelo da marca a ser produzido por lá, em uma fábrica de Wuhan construída em sociedade com a Dongfeng Renault Automotive Company (DRAC). A unidade fabril de Palencia, na Espanha, também será responsável pela montagem do modelo.

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook e no Google+.

Renault Kadjar quer brigar com CR-V e ix35