Renault Scénic

Foram mais de dez anos em produção e a honra de ter inaugurado o segmento de minivans no Brasil. A Scénic, da Renault, se despede do país nesta sexta-feira, dia 30, após mais de 142 mil unidades serem produzidas. Nesse meio tempo, o modelo passou de desejado pelo público a esquecido – no 1º semestre, apenas 898 unidades foram vendidas.

O curioso é que os rivais da Scénic – Picasso e Zafira – seguem à venda com um volume mais respeitável mesmo sendo tão desatualizados quanto o Renault. Apenas a minivan C4 Picasso e Kia Carens, ambas importadas, mantêm a categoria atual hoje.

Atrasada em duas gerações, a minivan francesa até teve a companhia da Grand Scénic II por algum tempo, mas, com sua substituição pela geração III, a Renault deixou de importá-la.

Outro que dá adeus, mas sem nenhuma história feliz é o Mégane II. O modelo teria até mesmo encerrado a produção há algum tempo e a montadora apenas desova o estoque até a chegada do argentino Fluence.