Renault Scénic III

Renault Scénic III

Amplamente fotografada e vazada antes do lançamento, a nova geração da minivan Scénic nem chega a ser novidade para muita gente. Mas agora ela é oficial: a 3ª geração está presente em Genebra e mostra toda a influência do novo DNA da Renault. Entre eles, estão a grade em filete, os faróis mais puxados e a frente pronunciada.

Se o Mégane parece bem diferente do antecessor, a Scénic exibe as mesmas formas da geração II o que, em si, não é uma vantagem – ela foi superada em vendas pela C4 Picasso, da Citroën. Mas a Renault preferiu mantê-la sob a mesma ótica, sem grandes soluções visuais ou de conforto – apenas o teto solar estendido foi copiada.

O painel de instrumentos é uma das poucas exceções – está mais vistoso e com mais recursos, como o GPS integrado. Além disso, como é esperado, o Renault conta com equipamentos hoje vitais para os europeus, como sensores de chuva, estacionamento, ESP, ar-condicionado de várias zonas e por aí vai.

Entre os motores, há até uma versão bicombustível que usa o E85, proporção de 85% de álcool. As parcas vendas do Scénic no Brasil hoje impedem que tenhamos essa nova geração fabricada aqui. O jeito será esperar a versão importada substituir a atual.