Peugeot 2008 2016

Peugeot 2008 2016

Nessa onda que estamos passando com uma enxurrada de novos utilitários esportivos compactos, depois do Honda HR-V, Jeep Renegade, facelift do Renault Duster, temos mais um capítulo agora, com a chegada do Peugeot 2008 2016. Depois do hatchback 208, o novo crossover é o segundo modelo global a ser fabricado no Centro de Produção de Porto Real (RJ), do Grupo PSA Peugeot Citroën.

Visualmente o Peugeot 2008 deixa claro que a inspiração vem do hatchback 208, o que não é ruim, já que o modelo é reconhecido como muito bonito, dando a impressão de um 208 grandão. O visual não é tão imponente como o recém chegado Jeep Renegade, mas o modelo tem linhas elegantes. Os faróis são afilados e possuem refletores com lente semielíticas e luzes diurnas em LED.

O Peugeot 2008 conta com uma grande superfície envidraçada, incluindo o teto panorâmico de 0,60 m², presente em todas as versões, as rodas de 16 polegadas de liga-leve com acabamento diamantado e os protetores pretos na parte inferior da carroceria, que se estendem do para-choque dianteiro ao traseiro.

A posição de dirigir lembra muito a do 208, mas ganhou em relação ao irmão mais velho alguns centímetros mais alta. O banco regulável em altura, profundidade e inclinação, em suas mãos, o volante multifunções de tamanho reduzido e revestido com couro, regulável em profundidade e em altura, tem assistência progressiva elétrica. O painel de instrumentos elevado fornece ao motorista as informações dentro de seu campo de visão.

De série desde a versão de entrada, a central multimídia apresenta uma tela colorida sensível ao toque de sete polegadas que comanda todas as
funções de conectividade:

  • O menu “Navegação” permite controlar a função GPS. Além dos comandos básicos para entrar endereço e calcular rota, é possível visualizar o mapa em perspectiva 3D
  • A tecla “Multimídia” possibilita controlar o rádio, ler arquivos de música via conexão USB ou visualizar fotografias.
  • O menu “Comunicação” controla a conexão Bluetooth para celular e para streaming de áudio
  • A tecla “Parâmetros” permite configurar inúmeras configurações do carro, como a data, as unidades de medida de consumo, a função “follow me home”, que mantém os faróis acesos por um tempo determinado depois que o motor é desligado, entre outros.
  • Outra novidade é o MyPeugeot. Com o aplicativo, disponível a partir do dia 15 de maio para IOS e Android, o usuário receberá via Bluetooth informações da central multimídia e poderá acessá-las diretamente na tela do smartphone. Será possível, por exemplo, acompanhar a autonomia, o consumo, distância e tempo dos trajetos realizados, seguir um itinerário previamente indicado no sistema de navegação e ainda determinar o ponto da última localização do modelo.

Os bancos das versões Griffe são revestidos em couro e tecido, que têm acabamento em tom marrom. O volante é revestido em couro e dispõe de um acabamento cromo fosco. A iluminação é branca dos equipamentos e mostradores. O interior do Peugeot 2008 oferece um bom número de porta-objetos, como os espaços nas portas laterais, o profundo compartimento situado em frente ao câmbio e o porta-luvas refrigerado.

O Peugeot 2008, em sua versão topo de gama, ganha o motor turbo THP Flex de 173 cv e passa a ser o mais potente SUV do segmento, além de se tornar o primeiro modelo a vir equipado com um propulsor bicombustível de injeção direta com turbocompressor. No desenvolvimento desse motor, que tem classificação “A” no programa de etiquetagem do INMETRO.

Entre as alterações necessárias para a transformação do THP à gasolina em bicombustível está o remapeamento do gerenciamento eletrônico do motor. A injeção direta e a utilização de uma bomba de alta pressão de 200 bar possibilitaram dispensar sistemas adicionais de aquecimento de combustível para a partida a frio. A taxa de compressão foi alterada de 10,5:1 para 10,2:1.

O motor tem uma potência máxima de 173 cv a 6.000 rpm quando abastecido com etanol e 165 cv com gasolina. O torque máximo, de 24,5 kgfm, aparece a 1.400 rpm, permanecendo constante até 4.000 rpm, com os dois combustíveis.  Associado ao motor THP, a caixa manual de 6 velocidades, não existe a possibilidade de transmissão automática com essa motorização, e segundo o fabricante não tem previsão da chegada.

O BlogAuto testou a versão topo de linha do Peugeot 2008 por um roteiro ligando Porto Seguro até Santa Cruz Cabrália, no litoral baiano, passando por estradas e fazendas, coquerais, lama, areia, e o desempenho do modelo foi surpreendente, não hesitando e nos trechos de asfalto um desempenho bem empolgante. Os pontos negativos vão para a falta da transmissão automática nesta versão, assim como uma versão com tração integral, mas como a grande briga do segmento acontece nos modelos com tração dianteira, o modelo reúne bom preço, um belo pacote de conteúdo e o motor mais potente do segmento. A expectativa de venda é de realistas 1.000 unidades mensais.

O Peugeot 2008 é também equipado com motor 1.6 litro 16V FlexStart, que dispõe do sistema que elimina o reservatório de gasolina para realizar a partida a frio. O propulsor, também classificação “A” no programa de etiquetagem do INMETRO, desenvolve 122 cv de potência a 5.800 rpm quando
abastecido com etanol, e torque máximo de 16,4 kgfm a 4.000 rpm. Ao utilizar gasolina, a potência é de 115 cv a 6.000 rpm e 15,5 kgfm de torque.

Peugeot 2008 2016

Peugeot 2008 2016

Nessa motorização, o 2008 oferece duas opções de câmbio: uma caixa manual de cinco velocidades à frente e uma transmissão automática sequencial, a mais acessível do segmento, mas infelizmente com somente quatro marchas, que possibilita a troca de marchas na própria alavanca do câmbio ou por meio de “paddle shift” na coluna de direção, ambas adaptadas a um estilo próprio de condução.

O Peugeot 2008 passou por outras alterações considerando especificamente o modelo a ser comercializado no Brasil. Diferentemente do veículo europeu, o modelo nacional possui um maior ângulo de entrada, de 22,2 graus. Os pneus têm medida igualmente maior (205/60R16) e a suspensão, também ajustada, é 10 mm mais alta, totalizando 200 mm.

Peugeot 2008 2016

Peugeot 2008 2016

Patenteado pelo Grupo PSA Peugeot Citroën e exclusivo na motorização turbo THP Flex, o sistema Grip Control otimiza a tração do Peugeot 2008 em condições de baixa aderência. Se adapta ao terreno agindo sobre as rodas dianteiras. O condutor pode, a qualquer momento, escolher entre os cincos modos de utilização disponíveis no seletor posicionado no console central:

  • Normal: é apropriado para condições de rodagem com um baixo índice de derrapagem, como no asfalto seco das ruas e estradas;
  • Neve: adapta instantaneamente a derrapagem de cada uma das rodas motrizes às condições de aderência. Assim que a velocidade do veículo atinge 50 km/h, o sistema entra em modo “Normal”;
  • Barro: garante a partida do veículo nessas condições específicas transferindo o máximo de torque possível para a roda aderente. Agindo como um diferencial de deslizamento limitado (DGL), ele se adapta particularmente aos caminhos não pavimentados e fica ativo até 80 km/h;
  • Areia: mantém a derrapagem simultaneamente nas duas rodas motrizes para possibilitar a progressão em solo arenoso e limitar o risco de encalhar o veículo. Este modo funciona até 120 km/h e, em seguida, o sistema entra automaticamente em modo “Normal”;
  • ESP Off: oferece ao condutor a possibilidade de desligar totalmente o ESP e o Grip Control, até a velocidade de 50 km/h, administrando a tração com total autonomia.
Peugeot 2008 2016

Peugeot 2008 2016

Todas as versões do Peugeot 2008 estão equipadas de série com sistemas de segurança:

  • Cinco cintos de segurança com três pontos de fixação
  • Alerta sonoro e visual de afivelamento do cinto do condutor
  • Dois airbags frontais
  • Dois airbags laterais
  • Freios a disco nas quatro rodas com ABS.
  • Para as versões Griffe e Griffe THP, ainda há os dois airbags de cortina (totalizando 6 airbags)
Peugeot 2008 2016

Peugeot 2008 2016

Associado ao Grip Control, o programa de estabilidade eletrônica (ESP) integra as seguintes funções:

  • Anti-bloqueio de rodas (ABS): impede que as rodas travem, regulando a pressão exercida nos freios para se obter máxima eficiência na frenagem;
  • Repartidor eletrônico de frenagem (REF): distribui a pressão de frenagem entre a dianteira e traseira;
  • Assistência à frenagem de urgência (AFU): diminui o esforço necessário no pedal ao mesmo tempo em que aumenta a pressão nos freios;
  • Anti-derrapagem de rodas (ASR): otimiza a tração para evitar que uma roda patine em um desnível ou em uma forte aceleração;
  • Controle dinâmico de estabilidade (CDS): se for detectada uma perda de estabilidade na trajetória, o sistema age em uma ou mais rodas, freando-as ou acelerando o veículo para corrigir a estabilidade;
  • Função Hill Assist: em aclives, mantém o veículo freado por dois segundos mesmo que o motorista não esteja pisando no pedal de freio para que ele saia com segurança.
Peugeot 2008 2016

Peugeot 2008 2016

Os faróis de neblina vêm equipados com a função “cornering”, ou seja, para aumentar a visibilidade noturna do motorista, eles acendem automaticamente na direção da curva em função do ângulo do volante.

O Peugeot 2008 é oferecido em três versões de acabamento: Allure e Griffe, ambas equipadas com o motor 1.6 l 16V Flex e transmissões manual e automática, Griffe THP, atrelada à caixa manual de seis velocidades. Tem preços a partir de R$ 67.190 para a versão Allure com câmbio manual e R$ 70.890 com câmbio automático; R$ 71.290 na versão Griffe com câmbio manual e R$ 74.990 com câmbio automático e R$ 79.590 na versão Griffe THP.

Peugeot 2008 2016

Peugeot 2008 2016

Allure

  • Painel de instrumentos com moldura preto brilhante;
  • Moldura dos aeradores em cromo acetinado;
  • Maçanetas em cromo acetinado;
  • Freio de mão aviação injetado com lateral em cromo acetinado;
  • Sistema de alarme ultrassom;
  • Sensor de obstáculo traseiro;
  • Regulador de velocidade;
  • Faróis de neblina;
  • Ajuste elétrico dos retrovisores;
  • Vidros com acionamento elétrico dianteiros e traseiros.

Griffe

  • Painel de instrumentos com moldura cromo acetinado;
  • Moldura dos aeradores em cromo acetinado;
  • Maçanetas em cromo acetinado;
  • Revestimentos dos bancos em couro e tecido;
  • Sensor de obstáculo dianteiro;
  • Acendimento automático do farol e do limpador do para-brisa;
  • Rodas de 16 polegadas diamantadas;
  • Arcos cromados nos vidros.

Griffe THP

  • Manopla de câmbio em cromo acetinado com laterais preto brilhante;
  • Console central com fundo preto brilhante;
  • Pedaleiras e repouso do pé em alumínio;
  • Soleira de entrada das portas em inox.
  • ESP;
  • Hill Assist;
  • Grip Control;
  • Retrovisores externos com capa cromados.

Veja também: 10 carros mais caros em 2014 nos leilões

O Peugeot 2008 está disponível em seis cores: branco banquise, branco nacré (perolizado), cinza aluminium (metálico), marrom dark carmin (metálica), preto perla nera (perolizado) e vermelho rubi (metálico).

Galeria Peugeot 2008

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook e no Google+.

Avaliação: Peugeot 2008 motor turbo empolga

»crosslinked«