Hyundai Verna

Anotem aí porque vocês vão ler muito isso daqui para frente. O novo sedã compacto premium da Hyundai, batizado de Verna, é um mini-Sonata ou mini-i40. Nem precisa explicar. Parece que a criatividade acabou lá pelos lados de Ulsan, na Coréia do Sul. Mas, tudo bem, é um projeto vistoso ainda mais para um carro voltado para um público carente de beleza. Por falar em público, o Verna foi revelado no Salão de Pequim não sem razão. É ali perto, na automatizada fábrica chinesa da Hyundai que ele será fabricado a partir de julho.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

Depois do imenso mercado chinês será a vez de outros países. Ah, já imaginou se a CAOA não está de olho no modelo para trazê-lo logo para cá, pois vai depender do que a Hyundai planeja para a fábrica de Piracicaba. Se a ideia é brigar mais embaixo, então o Verna virá logo, opinião que compartilhamos. Isso porque ele é idêntico em tamanho ao City, da Honda.

Veja só: comprimento – 4,34 m (Verna) contra 4,40 m (City), largura – 1,7 m contra 1,695 m, altura – 1,46 m contra 1,48 m, e entre-eixos – 2,57 m contra 2,55 m. Ou seja, ele é menor que o seu primo Kia Cerato, mas ideal para esse público que busca um sedã “quase” médio. O porta-malas também é muito bom, com 454 litros.

Hyundai Verna

O exterior não tem o que tirar nem pôr do Sonata, mas por dentro ele é mais simples. Volante de couro, mas sem empanhura e comandos satélites parecidos com os da Kia. O painel de instrumentos é básico assim com o ar-condicionado. O acabamento, em dois tons, parece bom. Talvez a versão mostrada no salão seja mais intermediária, quem sabe.

Na China, a Hyundai oferecerá o Verna com duas opções de motor – o 1.4 com 106 cv e câmbio manual ou automático, e o 1.6 com 121 cv e apenas tranmissão automática, ah, sim, de quatro velocidades.

Hyundai Verna