McLaren MP4-12C Spyder

McLaren 12C Spider

O novo 650S é a atual menina dos olhos da McLaren. Tanto é que a montadora confirmou o fim de linha do seu primeiro automóvel de produção em série, o McLaren MP4-12C (ou apenas 12C, como a empresa passou a chamar o modelo). “Nós decidimos encerrar a produção do 12C diante do sucesso do 650S”, disse o CEO da fabricante britânica, Mike Flewitt.

O executivo enviou a notícia em uma carta aos proprietários do 12C. “A última notícia que eu queria compartilhar com vocês é sobre a produção do 12C, que decidimos finalizar com o sucesso do 650S. O novo carro foi tão bem recebido desde seu lançamento, no Salão do Automóvel de Genebra, e portanto vamos concentrar toda a capacidade do centro de produção da McLaren no 650S. Foram três anos de produção do McLaren 12C, o que representa uma evolução natural do nosso modelo”, informou Flewitt.

McLaren 650S Spider

McLaren 650S Spider

Entretanto, no mesmo comunicado, o CEO deu uma boa notícia aos donos do 12C. As unidades do “finado” superesportivo da marca receberão uma espécie de “upgrade” tecnológica, com diversas novidades já encontradas no 650S. “E sem custo algum”, garantiu o executivo. Uma dessas novidades é o novo software Active Aero, um novo sistema de entretenimento e uma atualização que permite abrir as janelas mesmo fora do automóvel. Essas mudanças deverão ser implantadas a partir de junho.

O novo McLaren 650S teve seus preços anunciados recentemente para o mercado norte-americano. Por lá, o modelo será oferecido por US$ 265.500 na versão cupê e US$ 280.225 no modelo conversível, algo em torno de R$ 595 mil e R$ 630 mil, respectivamente, sem incluir as taxas e impostos.