Porsche Panamera 4 E-Hybrid 2017

Porsche Panamera 4 E-Hybrid 2017

A Porsche revelou recentemente o novo Panamera 4 E-Hybrid, versão híbrida da linha da nova geração do cupê de quatro portas, que será atração no Salão de Paris, entre os dias 1 e 16 de outubro. O novo modelo tem como foco a eficiência, com direito a um conjunto capaz de gerar 462 cavalos de potência e entregar consumo médio de 40 km/l, seguindo o novo ciclo de condução europeu para carros híbridos plug-in, e autonomia de 50 quilômetros no modo elétrico.

O híbrido usa um motor V6 biturbo de 2.9 litros a gasolina, que rende 330 cv e 45,9 kgfm, acoplado a um outro elétrico de 136 cv e 40,8 kgfm. O bloco elétrico consegue entregar a potência e torque de forma instantânea, assim que o motorista toca no pedal do acelerador. Junto a eles está o câmbio automatizado PDK de oito velocidades e dupla embreagem, além do sistema de tração nas quatro rodas.

Porsche Panamera 4 E-Hybrid 2017

Porsche Panamera 4 E-Hybrid 2017

Segundo dados da Porsche, o Panamera híbrido consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e alcança velocidade máxima de 278 km/h.

O motor elétrico é alimentado por uma bateria de íons de lítio com refrigeração líquida de 14,1 kWh, posicionada sob o assoalho do porta-malas, que pode ser recarregada em uma tomada de 230V e 10A por 5,8 horas ou com o carregador de bordo (opcional) de 7,2W em uma tomada de 230V e 32A, por 3,6 horas. O processo de recarga pode ser iniciado também com a utilização de um timer através do Porsche Communication Management (PCM – gerenciamento de comunicações) ou do aplicativo Porsche Car Connect (para smartphones e Apple Watch).

Assim como os demais modelos da linha, o Panamera 4 E-Hybrid oferece vários modos de condução. Além do Sport e do Sport Plus, há os exclusivos E-Power, Hybrid Auto, E-Hold e E-Charge. O modelo começa a andar sempre no modo E-Power. O modo Hybrid Auto combina as fontes de força de forma automática para obter o máximo de eficiência. Já o E-Hold permite que o motorista conserve intencionalmente o nível de carga momentâneo para permitir, por exemplo, trocar para o modo elétrico, com emissão zero, numa zona de proteção ambiental em seu destino. No modo “E-Charge”, a bateria é carregada pelo motor V6. Para isso, o motor a gasolina gera um nível de força maior do que o necessário para andar normalmente.

Porsche Panamera 4 E-Hybrid 2017

Porsche Panamera 4 E-Hybrid 2017

No caso dos modos Sport e Sport Plus, o motor V6 biturbo funciona continuamente, sendo que no primeiro a carga da bateria é mantida sempre num nível máximo para assegurar a permanência de uma de capacidade para impulsão elétrica adicional quando necessária, enquanto o segundo é dedicado à máxima performance e permite ao carro alcançar sua velocidade máxima, além de recarregar a bateria o mais rápido possível com a ajuda do motor à combustão.

A Porsche já está oferecendo o Panamera 4 E-Hybrid na Alemanha, com preço inicial de 107.553 euros (cerca de R$ 394 reais numa conversão direta), sendo que as primeiras entregas serão realizadas a partir da metade de abril. Por aqui, o cupê híbrido tem estreia prevista para meados do ano que vem.

 

»crosslinked«