Nissan Kicks 2017

Nissan Kicks 2017

O Nissan Kicks 2017 chega ao mercado, com estreia mundial no Brasil, com uma proposta bem equilibrada, sem números surpreendentes, o crossover conquista no uso. O principal ponto que a maioria reclamou é o motor 1.6 de apenas 114 cv, mas com a excelente transmissão CVT e pelo baixo peso do modelo (1.142 kgs), fazem com que o desempenho seja surpreendente para essa potência.

Um dos modelos que mais teve apresentações prévias, finalmente chega ou mercado, na realidade as vendas começam dia 05 de agosto, dia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, por isso os jornalistas brasileiros puderam testar antes do resto do mundo o modelo que é produzido no México, mas que será nacionalizado em março de 2017, na fábrica de Resende no interior do Rio de Janeiro.

As linhas da carroceria do Nissan Kicks 2017 são resultado de um trabalho conjunto entre as equipes de design da Nissan em várias partes do mundo, com participação do estúdio de design mundial da Nissan em Atsugi, no Japão, o Nissan Design América (NDA), de San Diego, nos Estados Unidos, e o estúdio-satélite da marca no Brasil, o Nissan Design América – Rio (NDA-R). O desenvolvimento foi gerenciado em conjunto pelas equipes de engenharia do Japão e da América Latina.

Nissan Kicks 2017

Nissan Kicks 2017

A versão final de produção do Nissan Kicks 2017 manteve o mesmo design do Kicks Concept, visto pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo de 2014, incluindo vários itens característicos da Nissan, como a grade “V-motion” e o teto flutuante.

Os ocupantes dos bancos dianteiros se deparam com o design do painel chamado de Gliding Wing (“asa planadora”), ele coloca em destaque a tela colorida de 7 polegadas, cuja posição centralizada oferece uma série de sistemas de informação, entretenimento e conexão para smartphones.

O requinte, com toques de esportividade, fica por conta da direção tipo flat bottom revestida em couro, enquanto que a carroceria crossover oferece um campo de visão mais alto ao motorista, proporcionando uma sensação de segurança. A excelente distância do solo (200 mm) e capacidade de transposição de trechos alagados (450 mm) arrematam o conjunto, fazendo com que o Nissan Kicks 2017 enfrente facilmente lombadas, asfaltos em condições precárias e situações de água acima do normal na pista.

A frente do Nissan Kicks 2017 é destacada pela grade “V-motion”, cada vez mais tradicional na marca, ao lado os faróis em formato arqueado, que se estendem para trás sobre os para-lamas dianteiros. Outro detalhe característico é o teto em estilo cupê, que se alonga até os vidros, dando a impressão de estar ‘flutuando’.

Nissan Kicks Painel de Instrumentos

Nissan Kicks Painel de Instrumentos

A coluna C ‘escondida’ é mais uma das características encontradas em outros crossovers da Nissan, mas, no desenvolvimento do Nissan Kicks 2017, a ideia foi levada ao extremo. Formada pelo recuo localizado na porta traseira e destacado pelo uso de uma cor contrastante no teto flutuante, o centro da coluna C tem acabamento escuro e fosco, mimetizando com o vidro traseiro.

Além disso, as rodas de liga leve aro 17 e o balanço dianteiro e traseiro menores fazem com que o carro se saia muito bem ao transpor redutores de velocidade, superfícies de rodagem em mau estado de conservação e outros obstáculos que possam ser encontrados nos diferentes tipos de piso.

Espaçosa, a cabine apresenta uma simplicidade elegante, principalmente graças ao painel de instrumentos limpo e despojado, que traz a última proposta da Nissan para o seu design que remete a uma asa delta. Posicionados de frente para o motorista estão os mostradores digitais de fácil leitura do painel multifuncional colorido de 7 polegadas com tecnologia TFT (Thin Film Transistor).

Além de poder visualizar as informações do tacômetro, por meio dos comandos localizados no volante, o motorista pode navegar entre 12 telas disponíveis, que mostram as informações de funções como computador de bordo, configurações do sistema de áudio e detalhes sobre economia de combustível, além de comandos para configuração do controle do chassi e dos sistemas avançados de assistência ao motorista. O sistema de navegação por satélite também é exibido no display as instruções do percurso. O Nissan Kicks é o único do segmento a contar com instrumentação digital.

Nissan Kicks Central Multimídia

Nissan Kicks Central Multimídia

O equipamento de áudio conta com tela colorida que oferece um sistema completo de informações e entretenimento, navegação por satélite e áudio, que pode ser totalmente integrado a smartphones, assim como acesso fácil a outros recursos como Facebook e o buscador Google Online Search. A tela também é utilizada pela câmera de ré e pelo Detector de Objetos em Movimento (Moving Object Detection).

A cabine tem um acabamento de bom gosto, cujas molduras contrastantes nas portas e no painel se casam perfeitamente com o revestimento dos bancos. Já os bancos apresentam uma armação de última geração com a tecnologia ‘gravidade zero’, que tem como base tecnologias e pesquisas desenvolvidas pela agência espacial norteamericana, a NASA. Com isso, proporcionam melhor sustentação às áreas do tórax e da pelve, aumentando o conforto, reduzindo a fadiga e melhorando a segurança. A sofisticação do interior do Nissan Kicks é reforçada com as três opções de cores para o acabamento de couro: Preto, Macchiato (marrom) e Sand (bege).

Nissan Kicks 2017

Nissan Kicks 2017

O Nissan Kicks 2017 é equipado com a segunda geração do confiável motor HR16DE 1.6 de 16 válvulas. Ainda melhor, a nova versão do propulsor entrega 114 cv de potência máxima a 5.600 rpm e torque máximo de 15,5 kgfm a 4.000 rpm e conta com controle de abertura das válvulas continuamente variável (CVVTCS). Para o mercado brasileiro, esse motor é flex fuel e utiliza o sistema Flex Start System (FSS), que conta com um sistema embutido que aquece o combustível mais rápido no caso de partida a frio, contribuindo para reduzir o consumo de combustível e as emissões. Além disso, o FSS elimina a necessidade de um tanque adicional para armazenar gasolina para ser usada na partida em dias mais frios.

O resultado é que o Nissan Kicks 2017 obteve nota “A” em eficiência energética e emissão de gases dentro do Programa de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro. Também recebeu o selo do CONPET, concedido aos modelos que participam do programa de etiquetagem que atingem grau máximo de eficiência energética.

Nissan Kicks 2017

Nissan Kicks 2017

As medições do Nissan Kicks 2017 de consumo de combustível são as melhores do seu segmento: 8,1 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol e 11,4 km/l e 13,7 km/l com gasolina, respectivamente nos dois tipos de ciclo.

Com tração dianteira, o trem de força oferece a última versão da transmissão XTRONIC CVT com “D-Step” e modo Sport, que proporciona melhor performance mesmo em rotações mais baixas, além de baixo consumo e, consequentemente, menores emissões. Esse câmbio absorve toda a experiência das duas décadas de liderança da marca japonesa em inovação em transmissões continuamente variáveis. Ele é mais leve e produz menos atritos na comparação com a geração anterior, utilizado em outros modelos da marca. A redução veio também da diminuição do diâmetro das polias, da adoção de uma bomba de óleo mais compacta, que necessita de baixa viscosidade para lubrificação, e da redução das perdas de lubrificante e de pressão.

As rodas (de liga aro 17) e pneus (205/55 R17) estão entre as mais largas da categoria. Também foram adotados rolamentos de menor atrito para o cubo, reduzindo a resistência e também as emissões e melhorando a performance.

Nissan Kicks 2017

Nissan Kicks 2017

O Nissan Kicks 2017 conta com um raio de giro de 10,2 metros que, aliado à leveza da direção com assistência elétrica e à comodidade da câmera 360º, permite estacionar e manobrar o veículo sem esforço. A estabilidade nas retas está entre as melhores na categoria, enquanto que a oscilação da carroceria se mantém estável, apesar da distância do solo maior.

O chassi também se beneficia de uma evolução dos sistemas eletrônicos avançados de controle como os já citados Controle Dinâmico de Chassi (Chassi Control), o Controle Dinâmico em Curvas (Active Trace Control), Estabilizador Ativo de Carroceria (Active Ride Control) e Controle Dinâmico de Freio Motor (Active Engine Brake).

O Estabilizador Ativo de Carroceria utiliza sensores de aceleração que detectam o movimento da carroceria e, assim, atuam no freio motor e sistemas de freios para estabilizar o movimento da carroceria. O Controle Dinâmico em Curvas controla o movimento da carroceria entregando maior segurança e conforto em curvas ou trocas de faixa por meio do sinal do sensor de aceleração que identifica o movimento da carroceria e atua no freio motor e no sistema de freios em cada roda para reduzir o subesterço, ajudando a manter o carro na trajetória definida.

Nissan Kicks 2017

Nissan Kicks 2017

Já o Controle Dinâmico de Freio Motor recebe o sinal do sensor de aceleração e da posição do volante, atuando no freio motor para aumentar a segurança e o conforto em curvas e descidas de serras.

As quatro câmeras localizadas na frente, na traseira e em embaixo de ambos os espelhos retrovisores oferecem uma vista “aérea” de 360° do veículo, que pode ser exibida no monitor central e utilizada como assistente de estacionamento. Quando detecta um objeto em movimento, como um pedestre, o sistema emite um bipe sonoro para alertar o condutor sobre um perigo potencial para evitar um acidente.

Disponível inicialmente na versão SL, a mais completa da linha, o Nissan Kicks é muito bem equipado de série. Além das inovações tecnológicas que traz para o segmento, o novo crossover da Nissan vem equipado com itens como sensor de estacionamento; controles eletrônicos de tração e estabilidade; travamento central automático das portas e do porta-malas com o veículo em movimento (a partir de 24 km/h); abertura e fechamento das portas e vidros dianteiros e traseiros através de controle remoto da chave; fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX); airbags frontais, laterais e de cortina; retrovisores externos com regulagem elétrica e LED indicador de direção; sistema eletrônico de ignição (botão Push Start); banco traseiro bipartido 60/40 dobrável; acendimento automático dos faróis (sensor crepuscular); apoios de cabeça dianteiros e traseiros separados e ajustáveis para os 5 ocupantes; ar-condicionado automático digital; entre outros.

Nissan Kicks 2017

Nissan Kicks 2017

O BlogAuto testou coincidentemente o modelo de chassis 001, ou seja, o primeiro registrado, além da curiosidade, andamos com o modelo em um roteiro de estradas ligando a capital paulista ao interior na cidade natal do BlogAuto, Itu.

O modelo surpreendeu em vários pontos, a marca realmente fez um bom acerto de potencia, peso e o câmbio, conseguindo um desempenho equilibrado, que se não empolga pela esportividade, não desaponta como certos concorrente, principalmente automáticos, com a força com bastante linearidade.

O grande ponto falho e imperdoável para um modelo tão recheado de conteúdos, mas principalmente pelo preço de R$ 89.990 é a estranha falta do controle de velocidade de cruzeiro, o popular, piloto automático. Vai Dona Nissan arruma isso ai!!!

Veja também: Os melhores SUVs do Brasil com preço até R$ 80 mil

O acabamento realmente é muito bom, e sim a Nissan fez a lição de casa e entregou um produto que pode competir de igual com concorrente tão fortes como o Honda HR-V, Jeep Renegade e Peugeot 2008.

No ano que vem o portfólio será complementado com mais duas versões mais básicas e com preços mais em conta, ai sim poderemos avaliar se todo o potencial do veículo símbolo dos Jogos Olímpicos poderá resultar em uma medalha de ouro.

Galeria Nissan Kicks 2017

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebookno  Google+ e no Instagram.

Avaliação: Nissan Kicks 2017, aposta no equilíbrio