Iveco Tector Auto-Shift

Iveco Tector Auto-Shift

Disponível até então “somente” em 11 versões, a linha Tector da Iveco acaba de ganhar outra variante. O novo Iveco Tector Auto-Shift estreia no mercado brasileiro se destacando pelo câmbio automatizado de 10 velocidades; que segundo a marca “proporciona desempenho e conforto na operação”. A novidade está disponível em três configurações diferentes: 170E30 4×2, 240E30 6×2 e 310E30 8×2.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

“A utilização da transmissão automatizada é uma tendência que começou no segmento de pesados e ganha força, cada vez mais, nos semipesados. O lançamento do veículo propicia que a IVECO amplie a participação de mercado com a já consagrada competitividade da linha Tector”, afirma Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina.

Ainda segundo a empresa, o novo Iveco Tector Auto-Shift foi projetado para maximizar a operação, aumentando o conforto do motorista. A nova transmissão evita possíveis erros nas trocas de marcha, que poderiam provocar aumento do consumo de combustível ou o desgaste prematuro dos componentes.

Iveco Tector Auto-Shift

Iveco Tector Auto-Shift

O novo modelo conta com modos exclusivos; como pedal do acelerador otimizado (permitindo que o motorista encontre facilmente a melhor zona de torque do motor); Down Hill (o veículo engrena a 10ª marcha automaticamente numa descida suave, sem o uso de freios); Power Auto (permite o veículo aumentar a sua velocidade, deixando as trocas de marcha mais rápidas) e Auto Coast (numa descida leve ou em trecho plano, diminuindo a velocidade e reduzindo as marchas; ao chegar na 5ª marcha a transmissão aciona automaticamente a embreagem deixando o veículo desenvolver de forma segura para transpor um obstáculo como um quebra-molas, por exemplo).

Há também o sistema Kick Down (ao pisar fundo no acelerador, a transmissão reduz uma marcha aumentando o giro do motor); Skip Gear (o veículo faz trocas fora da sequência convencional, dee acordo com a carga, velocidade e inclinação da pista); assistente de partida em rampas; controle de tração e modo Manobra (ao pressionar um pouco o acelerador, o veículo começar a se movimentar com velocidade baixa e constante, sem trancos).

O motor que equipa a nova versão do Tector é o N67, da FPT Industrial; dotado de seis cilindros e capaz de gerar 300 cavalos de potência máxima e 107 kgfm de torque máximo. Este propulsor foi recalibrado, resultando em trocas de marchas 60% mais rápidas.

Confira o BlogAuto no: Youtube, FacebookGoogle+, Instagram e Twitter.

Iveco Tector Auto-Shift estreia com câmbio AT de 10 marchas