Scania Top Team 2018

Scania Top Team 2018

O Top Team nasceu na Suécia em 1989. Em 1996, participaram os cinco países nórdicos Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca e Islândia. Em 2003, a competição contou com representantes de 17 países europeus. Em 2005, o número de países subiu para 21. Já em 2009, marcou a estreia do Brasil no evento. O ano de 2011, registrou 44 representantes, e o Brasil chegou até a final internacional com a equipe da Codema (Guarulhos – SP). Em 2012-2013 a vencedora nacional foi a Battistella, de São José dos Pinhais, PR. Nas últimas edições (2014-2015) e (2017-2018), a vitória foi da Btec da Brasdiesel, do Rio Grande do Sul. Na final mundial em 2015, a Btec ficou em terceiro lugar. O primeiro ficou com a Nova Zelândia, e o segundo, com o Reino Unido. A edição (2017-2018) marca o recorde de participantes: 70 países.

A equipe Btec será a representante brasileira na final mundial do Scania Top Team 2018, que será realizada nos dias 6 e 7 de dezembro, na Suécia. No maior desafio da competição, os gaúchos de Ijuí vão enfrentar 11 times de países diferentes. Os brasileiros garantiram uma das duas vagas disputadas, por outros sete países, no sábado (17), na final regional, na fábrica da Scania em São Bernardo do Campo (SP). Pela segunda vez consecutiva a Btec se classifica para a final global. A última edição do Top Team foi em 2015.

A outra vaga ficou com a Argentina, que venceu a etapa regional. “Estamos muito orgulhosos pela classificação para a final mundial. A equipe brasileira lutou muito, desde a primeira prova, parar realizar o sonho de voltar a disputar o desafio na Suécia, pela segunda vez consecutiva. Um fato inédito”, afirma Gustavo Andrade, gerente de Portfólio de Serviços da Scania no Brasil. “Independentemente do resultado na Suécia, o Brasil já tem, no mínimo, a décima segunda melhor equipe de serviços do planeta. Uma mensagem clara ao cliente de que o serviremos com ainda mais qualificação e rapidez.”

A final regional do Scania Top Team 2018 foi acirrada. No sábado (17), a fábrica de São Bernardo do Campo foi o palco de um dia inteiro de intensas disputas. Pelo regulamento, se classificavam as duas equipes, dentre oito países, que somassem o maior número de pontos em quatro provas práticas e uma teórica. Tudo sob a pressão do relógio. No sistema de pontuação, cada estação valia 50 pontos, num total possível de 250 pontos. Os times tiveram 20 minutos para resolver cada fase.

Scania Top Team 2018

Scania Top Team 2018

A classificação da final regional foi a seguinte: A Argentina somou 191 com a equipe Metegol, de Buenos Aires; em segundo a Btec, de Ijuí (RS) com 144,5 pontos; No terceiro lugar, o Chile com os Mecânicos Vabis Serie S, de Santiago (127,5); Em quarto, somando 126 pontos ficou o Peru (Peruvian Force, de Lima); Em quinto, com 98 pontos, o time Simba, da cidade de Nairóbi, Quênia; E, na sequência, os respectivos três últimos colocados: Uruguai – Fray Bentos (86,5), México – Scania Steel, de Monterrei (82) e com 70 pontos a equipe Águias Sul-africanas, da cidade de Durban, na África do Sul.

O 2º lugar ficou com a equipe Rio Preto Top Line, da Casa Escandinavia, de São José do Rio Preto, SP, e o 3º lugar com a Power Diesel, também da Brasdiesel. Os demais competidores foram os Maragatos da Suvesa (Pelotas-RS), Top Service e Power Team da P.B.Lopes (Londrina-PR), Griffin Tec da Brasdiesel (Caxias do Sul-RS), Equipe Meville da Casa Scania Mecânica (Joinville-SC), The Strongests da Itaipu (Contagem-MG) e Carioca da Equipo (Rio da Janeiro).

Scania Top Team 2018

Scania Top Team 2018

De acordo com Gustavo Andrade, durante os dois anos da competição houve um constante incentivo não só para a qualificação da mão de obra da rede, mas de valorização da profissão. “Imediatamente após cada Top Team nossos clientes passam a receber serviços ainda mais qualificados, eficientes e customizados”, comenta. “Nosso compromisso é de entregar ao cliente o máximo desempenho, rentabilidade e disponibilidade do veículo. O Top Team é uma das ferramentas para que essa meta seja alcançada.”

Scania Top Team 2018

Scania Top Team 2018

Veja também: Os carros mais velozes das últimas 8 décadas

Para Andrade, a edição 2017-2018 pavimenta um novo momento para os Serviços Scania. “Estamos revolucionando o jeito de oferecer serviços no Brasil nos últimos anos. Para isso, precisamos de uma rede em constante atualização. O cliente já percebeu nossos diferenciais. Em 2017, crescemos 10% na venda de serviços e em 2018, outros 14%. No ano passado, houve 30% de aumento na comercialização de programas de manutenção, e neste ano o índice subiu para mais de 60%”, salienta. A partir de 2016, a Scania reposicionou os programas de manutenção, concluiu um processo de padronização global da rede, que vem reduzindo em 75% o tempo total do veículo parado na oficina, e, em 2017 lançou os serviços conectados e o inédito programa de manutenção com planos flexíveis que economiza até 16% e o cliente só paga o que rodou.

Confira o BlogAuto no: Youtube, FacebookGoogle+, Instagram e Twitter.

Top Team da Scania competição dos pesados