Fiat Uno foi o primeiro carro nacional com start/stop, em 2014

Fiat Uno foi o primeiro carro nacional com start stop, em 2014

O sistema start stop, que antes era uma exclusividade de carros mais caros ou voltados à eficiência (como os híbridos); hoje pode ser encontrado em modelos mais comuns, como é o caso do Chevrolet Tracker, do Chevrolet Cruze e até mesmo do Fiat Uno. Trata-se de um recurso que desliga e liga o motor em paradas curtas, como em semáforos; com o intuito de economizar combustível e também reduzir a emissão de poluentes.

No caso de automóveis equipados com transmissão manual, o sistema desliga o motor ao parar o veículo e religa-o no momento em que o motorista pisa no pedal de embreagem. Já no caso de modelos com câmbio automático, este procedimento é realizado ao retirar o pé do pedal de freio. Isso é obtido com alguns sensores que consegue detectar a pressão sobre os freios; o rendimento da bateria; se as rodas estão girando e a marcha engatada.

Fiat Uno Evolution

Fiat Uno Evolution

Este processo é extremamente rápido, sem causar qualquer lentidão a ponto de atrasar uma saída de semáforo; por exemplo. Além disso, os componentes do conjunto mecânico, como o motor de partida e a bateria; não têm a durabilidade afetada devido ao “liga e desliga”. Ao contrário disso, muitos itens são menos usados em carros com start/stop e, por isso, duram mais; como é o caso da bomba de combustível e de água; velas; válvulas; injetores, entre outros.

O sistema start/stop consegue promover uma redução de combustível de 15% a 20%, dependendo do veículo e das condições.

Para receber o start/stop, o carro tem mudanças no motor de partida; bateria; sensor da alavanca de câmbio e sensor de monitoramento da bateria. Há ainda a adoção de um sensor de pressão no hidro vácuo (sistema de servo freio) e um sensor adicional no acelerador ou embreagem.

Chevrolet Tracker 2018

Chevrolet Tracker 2018

Outra curiosidade é a respeito do ar-condicionado, que é tem seu funcionamento dependente do motor. Ele realmente deixa de funcionar em paradas curtas com o desligamento do motor. Entretanto, se a parada for muito longa, o sistema religa o motor independente do acionamento dos pedais por parte do motorista para manter a cabine refrigerada.

Veja também: Os carros mais velozes das últimas 8 décadas

O start/stop também não funciona em algumas situações, como em ladeiras íngremes; com a marcha a ré engatada; baixo nível de carga na bateria; quando há alguma porta aberta ou cinto de segurança desfivelado ou quando a temperatura do motor ainda é baixa.

Confira o BlogAuto no: Youtube, Facebook, Google+, Instagram e Twitter.

Como funciona o sistema start/stop de um carro?