Nissan Leaf EV

Nissan Leaf EV

Conforme prometido, a Nissan mostrou hoje o seu primeiro carro 100% elétrico de série. Seu nome é Leaf (folha em inglês) e deve começar a ser vendido nos Estados Unidos, Europa e Japão dentro de pouco mais de um ano. O Leaf vai, sim, competir com Prius, Insight e Volt, mas, diferentemente destes, é um hatch médio de formas até convencionais.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

Seu sistema de propulsão é composto de um motor elétrico de 107 cv e um pacote de baterias de lítio. A autonomia é de 160 km e o Leaf só pode ser carregado na tomada – não há um motor a explosão para realimentá-lo, com em outros modelos.

Para minimizar isso, a Nissan criou dois modos de recarga, um mais longo, leva oito horas para completar o “tanque”, e outro de carga rápida precisa de apenas 30 minutos para carregar 80% das baterias. Os dois plugs ficam escondidos pela tampa com símbolo da Nissan na frente do carro.

O Leaf deve atingir velocidade máxima de 140 km/h e teve algumas sacadas incluídas na aerodinâmica. Por exemplo, os faróis têm função extra de dividir o fluxo de ar e evitar que ele atinja partes como os retrovisores, reduzindo o arrasto.

Suas dimensões são até um pouco maiores que as de um hatch médio: 4,445 m de comprimento, 1,77 m de largura, 1,55 de altura e 2,70 m de entreeixos. Outro ponto de destaque é seu interior, com cara de conceito, mas que, segundo a Nissan, será assim mesmo, futurista.

Uma das questões que essa nova geração desperta atualmente é como farão os donos de carros elétricos que não possuem garagem ou moram em prédios sem tomadas perto da sua vaga. Sem dúvida, esses modelos exigirão uma infra-estrutura maior para ganharem a confiança dos consumidores.