Hyundai HB20 Turbo

Hyundai HB20 Turbo

Compactos 1.0 turbo

Não contentes apenas com o propulsor três cilindros aspirados, alguns compactos foram além. O Volkswagen up!, veja avaliação aqui, estreou há cerca de um ano a opção do motor 1.0 litro TSI, uma versão “turbinada” do atual motor de três cilindros, que apesar de entregar um desempenho acima da média, tem como foco a eficiência. Seguindo os passos da marca rival, a Hyundai apresentou recentemente o HB20 Turbo, também com propulsor 1.0 turbinado.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

O motor do up!, que é uma exclusividade do subcompacto na linha da VW, gera 105 cv com etanol e 101 cv com gasolina, a 5.000 rpm, e 16,8 kgfm de torque com ambos os combustíveis, a apenas 1.500 rpm. Este motor é dotado e injeção direta de combustível, turbocompressor, intercooler, duplo comando variável e uma série de outras mudanças em relação ao MPI aspirado, o que inclui novo bloco, cabeçote, virabrequim, bielas, pistões, entre outros. O câmbio é um manual de cinco marchas.

A VW diz que o carro vai de 0 a 100 km/h em 9,3 s e atinge velocidade máxima de 184 km/h. Já o consumo é de 9,6 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada com etanol e 13,8 km/l e 16,1 km/l com gasolina, com notas “A” e “A” no Inmetro.

Volkswagen speed up TSI

Volkswagen speed up! TSI

Já o HB20 Turbo desenvolve 105 cv no etanol e 98 cv na gasolina, a 6.000 rpm, e 15 kgfm e 13,8 kgfm, respectivamente, entre 1.550 e 4.500 rpm. Além do turbocompressor, o motor recebeu válvula de escape controlada eletronicamente e coletor. Além disso, coletor de admissão, bicos injetores, velas de ignição, bombas de óleo, combustível e vácuo, galerias de arrefecimento, bielas, bronzinas e coxins são todos novos.

O câmbio manual de seis velocidades (que equipa o HB20 1.6) teve relação alongada nas duas primeiras marchas em relação à caixa do 1.0 aspirado.

O coreano turbo alcança os 100 km/h em 11,2 segundos e tem máxima de 182 km/h. O consumo é de 8,2 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada com etanol e 12 km/l e 14 km/l com gasolina, com notas “A” e “B”.

Veja também: Os melhores SUVs do Brasil com preço até R$ 80 mil

Além do VW e do Hyundai, a Ford também vai entrar na onda dos três cilindros turbinado com o New Fiesta Titanium. A partir das próximas semanas, o hatch vai dispor da opção do propulsor 1.0 EcoBoost, capaz de render 125 cv a 6.000 rpm e 17,3 mkgf de torque entre 1.400 rpm e 4.500 rpm. No entanto, este modelo terá câmbio automatizado PowerShift de seis marchas e dupla embreagem. O preço deverá sondar a casa dos R$ 60 mil.

Continue vem na próxima página, ou clique aqui.