Daqui a pouco nem mesmo o lançamento oficial será necessário. Informações e fotos do novo Uno aparecem com tal frequencia que não resta quase nada de inédito para a Fiat mostrar em maio, durante a apresentação do carro à imprensa. O blog Motorgerais, por exemplo, flagrou vários exemplares de pré-série com pintura final, além de outros “zebrados”, como o acima.

Mas o golpe de misericórdia para os planos da Fiat foi dado pelo blog Pit Stop Brasil, que descobriu um catálogo oficial do Uno em uma rede social. Publicado por um suposto concessionário, o material revela quase tudo sobre o carro, referido ainda como “327”. Até mesmo outras informações não relacionadas ao carro, como os motores 1.6 e 1.8 Tritec, estão nas páginas do catálogo.

Quer parcelar os débitos do seu carro? Faça tudo online: licenciamento, IPVA e multas sem todo o processo burocrático. Saiba mais, clicando aqui.

Se o nome ainda é um mistério (será que a Fiat pensa em usar o 327, como fez com o 147?), as versões, não. Enquanto os modelos com suspensão mais alta e apliques de borracha continuarão se chamando Way, a versão de entrada 1.0 foi batizada de Vivace enquanto a top com motor 1.4, Attractive.

Catálogo do Uno publicado pelo blog Pit Stop Brasil

Por enquanto, apenas o modelo com 5 portas estará à venda. Os motores 1.0 e 1.4 são evoluções dos atuais. O primeiro é chamado de 1.0 HPP LF, de performance de alta potência e baixa fricção. São 70/71 cv de potência e 9,4 kgfm de torque, 5 cv e 0,2 kgfm a mais que o atual. Já o 1.4 EVO foi otimizado para reduzir o consumo e as emissões. Por isso possui variador de fase contínuo, com novo chicote e coletor de admissão, pistão com taxa de compressão alterada e centralina recalibrada para melhorar o consumo. Sua potência e torque é a mesmo do 1.4 atual.

Como carro de entrada, o “Uno” não oferece grandes equipamentos e dispensou ABS e airbags enquanto estes não passam a ser obrigatórios.

Em tamanho, o 327 fica entre o Mille atual e o Palio. Seu comprimento é 7,7 cm maior que o Uno antigo e os mesmos 7,7 cm menor em relação ao Palio. O entreeixos supera os dois: com 2,376 m, ele 1,4 cm maior que o Uno e 3 milimetros superior ao Palio. A largura da carroceria é praticamente a mesma do Palio, mas 9,1 cm mais larga que o Mille. A altura é destacada: são 1,486 m, mais de 5 cm acima do Palio.

Há algumas opções de rodas e pneus, mas basicamente o Vivace vem com aro 13 e pneus 165/70 enquanto o Attractive dispõe de 175/65 R14 – o Way usa essa mesma roda, mas com pneus de uso misto Scorpion ATR,da Pirelli.

O painel usa uma solução minimalista com o velocímetro dominando o círculo central e um pequeno visor circular com informações sobre tanque, computador de bordo de outros. As versões mais caras têm um conta-giros pequeno do lado esquerdo.

Para o lançamento, a Fiat oferecerá 13 opções de cores, incluindo algumas “micadas” como o verde, amarelo e azul. O material obtido pelo blog Pit Stop Brasil também fala dos motores Tritec. Destinados a outros modelos mais caros, eles seguem a mesma filosofia de baixo consumo e manutenção da família Sigma, da Ford.

Mas o 1.6 16V da Fiat é mais potente que o Sigma, mesmo com comando de válvulas simples. Ele tem taxa de compressão de apenas 10,5:1 e atinge apenas 117 cv a 5500 rpm com etanol – 115 cv com gasolina. O torque é de 16,8/16,2 kgfm a 4 500 rpm – o Sigma atinge 16,3/15,4 kgfm a 4250 rpm.

Já o 1.8 16V que entrará no lugar do fraco 1.9 argentino possui 130/132 cv a 5 250 rpm e torque de 17,8/18,7 kgfm a 4500 rpm.

Voltando ao Uno (ou 327), analisando rapidamente seus atributos fica difícil crer que ele custe menos de R$ 29 mil. Com quatro portas, bom espaço interno e visual novo, ele vale mais que o Palio Fire (R$ 27 450) e se equivale ao Palio ELX 1.0, que custa R$ 29 540.

Já a versão Attractive, com motor 1.4, teria de custar mais que o Palio ELX 1.4 – R$ 31 830. Talvez pouco mais de R$ 32 900? Com mais itens e visual off-road light, o Way, então pode muito bem chegar a R$ 35 000. Vamos ver o que a Fiat tem em mente em maio, durante o lançamento do modelo.