Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI

Para comemorar os 20 anos da fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, a Volkswagen resolveu iniciar a pré-venda do seu primeiro SUV produzidos no Brasil,  o T-Cross, que chega às revendas da marca no País em março com preço a partir de R$ 84.990.

O T-Cross faz parte dos cinco novos SUVs a serem lançados pela Volkswagen na América Latina até 2020 e é produzido sobre a Estratégia Modular MQB, que é o mais moderno conceito de produção do Grupo Volkswagen no mundo.

O T-Cross tem quatro versões: T-Cross 200 TSI (a única a trazer o câmbio manual de seis marchas); T-Cross 200 TSI Automático; T-Cross Comfortline 200 TSI e T-Cross Highline 250 TSI – todas essas equipadas com o câmbio automático de seis marchas.

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI

A pré-venda do T-Cross será feita exclusivamente por meio do site vw.com.br/prevenda. O cliente deve acessar o site, preencher um cadastro e efetuar o pagamento da entrada de R$ 5 mil para efetuar a reserva. Feito isso, o cliente será contatado pela Volkswagen para receber mais informações e concluir o pagamento.

São 800 unidades disponíveis no período de pré-venda, divididas em duas versões: Comfortline 200 TSI e Highline 250 TSI, a opção mais refinada do modelo, a R$ 109.990.

Para o período de pré-venda o Banco Volkswagen elaborou um plano de financiamento com taxa especial de 0,99%, com entrada de 50% do valor do veículo e o saldo dividido em 24 parcelas.

O cliente que comprar o T-cross na pré-venda vai ganhar alguns brindes especiais. A versão Comfortline 200 TSI trará o VW Connect (plataforma digital que conecta as principais informações do veículo em um aplicativo) e um cooler personalizado.

Além do VW Connect e do cooler personalizado, a versão Highline 250 TSI tem como brinde uma bicicleta dobrável da marca Volkswagen.

O motor 200 TSI Total Flex desenvolve potência de até 128 cv a 5.500 rpm, com etanol – com gasolina, são 116 cv, à mesma rotação. O torque máximo é de 20,4 kgfm, com gasolina ou etanol, sempre na faixa de 2.000 a 3.500 rpm.

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI

Esse motor pode ser combinado a duas opções de câmbio, ambas de seis marchas: manual (exclusivamente na versão 200 TSI) ou automática com função Tiptronic, que também conta com as aletas no volante para troca de marcha – “shift paddles”.

O motor 250 TSI Total Flex equipa a versão Highline. Gera potência de até 150 cv, com gasolina ou etanol, a 4.500 rpm. O torque máximo, também com ambos os combustíveis, é de 25,5 kgfm – é o maior torque da categoria. Esse motor é combinado exclusivamente à transmissão automática de seis marchas com função Tiptronic e aletas (“shift paddles”) para trocas no volante.

O desempenho do T-Cross Highline 250 TSI acelera de 0 a 100 km/h em apenas 8,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 198 km/h – com gasolina ou etanol.

Veja também: Os carros mais velozes das últimas 8 décadas

O T-Cross Highline 250 TSI também é muito eficiente no consumo de combustível, percorrendo 11 quilômetros com um litro de gasolina na cidade e 13,2 km/l na estrada. Com etanol, são 7,7 km/l na cidade e 9,3 km/l na estrada.

Confira o BlogAuto no: Youtube, FacebookInstagram e Twitter.

Volkswagen T-Cross chega a partir de R$ 84.990