Toyota Corolla 2014 (EUA)

Toyota Corolla 2014 (EUA)

Poderia ter ficado melhor? Poderia. Poderia ter ficado pior? Também. Mas o fato é que o novo Toyota Corolla 2014 (2015 no Brasil) não passará despercebido pelas ruas. A Toyota já havia dado a dica no Salão de Detroit com o Furia Concept, mas parecia difícil de acreditar que o sedã ficasse tão esportivo (no visual, diga-se). Tempos depois, as duas imagens que vazaram de uma apresentação mostraram um Corolla bem mais plausível e elegante, mas o modelo, ao menos nos Estados Unidos, é esse das fotos.

Mais esportivo, sem dúvida, maior, também. Econômico, idem, afinal é o novo Graal das marcas. Melhor que o atual, provavelmente.

Há de se elogiar a Toyota pela ousadia. Claro, a marca tem mais a perder que uma Hyundai ou Kia por isso não se deveria esperar por um carro mais chocante que o Elantra ou o Cerato. Mas os faróis ficaram bonitos, a lateral bem personalizada e a traseira, mais elegante. Na minha modesta opinião, a parte mais bem resolvida.

O que não curti foi a “boca” à moda Darth Vader. Nas versões S e LE, mais caras, ela é menor na parte inferior, e na versão L, de entrada, invertida. Mas é questão de gosto e de acostumar.

Toyota Corolla 2014 (EUA)

Toyota Corolla 2014 (EUA)

Na parte “racional”, o Toyota Corolla 2014 evoluiu muito. Está maior, com entre-eixos de 2,7 m, curiosamente o mesmo do Civic anterior que agora encolheu. É um pouco mais largo e baixo (4,65 m de comprimento, 1,776 m de largura, 1,455 m de altura) que o atual, vendido no Brasil. No banco traseiro, por exemplo, a Toyota diz que houve um ganho extra de 7,5 cm para os ocupantes. E o carro nem era ruim nesse ponto.

Motores e transmissões também estão melhores. Há duas versões de motor 1.8, uma com 132 hp, para as versões mais baratas, e outra com 140 hp com sistema Valvematic, que torna o funcionamento mais inteligente e econômico. Tudo para fazer uma média de 40 milhas por galão, algo como 17 km/l, o padrão mínimo instituído pelo governo americano. Os futuros donos do Corolla poderão escolher entre uma transmissão manual de 6 marchas (versões L e S), automática de 4 marchas (versões L e LE) ou CVTi-S. Sim, a Toyota resolveu aderir ao câmbio CVT de infinitas marchas, mas com melhoramentos no funcionamento, daí o código extra.

Toyota Corolla 2014 (EUA)

Toyota Corolla 2014 (EUA)

O painel, bem, esperava algo mais exclusivo, mas é bem mais completo que o atual. Há desde botão de partida elétrico a controle de tração, central multimídia, ar digital mas de uma zona, comandos satélites no volante etc. É verdade que nada revolucionário, mas lembrem-se que nos EUA o Corolla é “Voyage”.

Mas, afinal, será esse o Corolla que a Toyota lançará no Brasil em 2014? Se seguir a tradição, sim. Imaginem um carro com mais itens como sensores de estacionamento e acabamento mais requintado e com uma cor clara no interior. Faróis sem a luz de direção amarela e mais itens cromados em volta. A dúvida que fica no ar é saber quem era aquele “Corolla” das duas fotos vazadas de uma apresentação. Bem mais elegante e equipado, aquele Corolla levava mais jeito de ser o brasileiro.

Veja também: Como trabalhar para uma fábrica de automóveis?

Pode ser uma versão para outros mercados, com mais sofisticação. Se pudesse escolher, ficaria com aquele. Este americano é legal, mas simples. No entanto, que venha o motor com Valvematic, o câmbio CVTi-S e uma versão S de verdade. Afinal, o Corolla é o líder entre os sedãs médios e precisa mostrar serviço.

Toyota Corolla 2014 (EUA)

Toyota Corolla 2014 (EUA)

Veja galeria do Toyota Corolla 2014 na página seguinte