Fiat Aegea 2016

Fiat Aegea 2016

Pode-se dizer qualquer coisa da Fiat, menos que ela não é uma empresa persistente. Mais uma vez, a marca italiana aposta suas fichas num novo sedã médio para, enfim, brigar para valer nesse crucial segmento mundial. Agora é a vez do Fiat Aegea, sedã que foi revelado nesta quinta-feira (21) na Turquia, berço do Linea, seu antecessor.

O Fiat Aegea é um sedã médio, porém, com formas mais compactas. O comprimento, de 4,5 metros, é um pouco menor que o Linea, mas ele é 5 cm mais largo que ele, ou seja, a Fiat corrigiu um dos pontos fracos do antecessor, que era derivado do compacto Punto. Também no entreeixos, o Aegea cresceu, indo de 2,6 m para 2,64 m, praticamente o mesmo que o Civic.

Fiat Aegea 2016

Fiat Aegea 2016

Como a Fiat anda numa entressafra de estilos, o visual do Fiat Aegea lembra mais outras marcas do que ela própria. Dependendo do ângulo, nós o achamos parecido com um BMW Série 3. Já a frente tem algo de Dodge enquanto a traseira talvez seja o ponto mais original – e é espaçoso o porta-malas, com 510 litros.

Veja também: 10 carros mais caros em 2014 nos leilões

O interior, ao menos, está mais em linha com outros carros e tem pinta de ser prático, bem acabado e intuitivo. Só lamentamos a central multimídia minúscula que tem um sistema muito funcional, o UConnect, mas caberia algo com mais polegadas, sem dúvida.

Fiat Aegea 2016

Fiat Aegea 2016

A cara do Brasil

O comunicado da Fiat fala que o Aegea será vendido a partir do final do ano em vários mercados no Oriente Médio, África e Europa, com direito a novos motores a diesel, mas nenhuma palavra sobre a América Latina. Apesar disso, não dá para negar que o modelo é a ‘cara do Brasil’: atraente, espaçoso e o principal, um carro necessário para aposentar o apagado Linea.

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook e no  Google+.

Fiat Aegea é o sucessor do sedã Linea