BYD G3 flagrado no Brasil

BYD G3 flagrado no Brasil

Há alguns anos, a BYD era a marca de automóveis chinesa mais famosa no mundo. Tudo porque o megainvestidor Warren Buffet decidiu apostar nela. Sob os holofotes da imprensa, a montadora exibiu seus modelos elétricos, considerados os mais promissores pelo aspecto de mercado (a BYD também é uma das maiores produtoras de baterias de íon de lítio). O dono da BYD, Wang Chuanfu, até virou o homem mais rico da China por algum tempo.

Com esse histórico, a BYD virou a bola da vez entre as marcas chinesas prestes a chegar ao Brasil. Boatos sobre ela pipocaram por um bom tempo na imprensa. Além disso, exemplares de testes foram vistos com grande frequência pelas ruas do País sobretudo em 2011.

No início, o grupo CAOA foi apontado como o importador oficial da marca, afinal comentava-se que ele perderia a representação da Hyundai, mas ainda em 2011 a informação correta surgiu: o empresário Pacífico Paoli, ex-presidente da Fiat, era o homem por trás da BYD.

Até hoje, no entanto, nada oficial foi dito por Paoli ou pela Sandrecar, sua empresa e responsável pela representação da BYD. O BlogAuto teve acesso a informações sobre os bastidores da “quase vinda” da BYD, que ainda continua em suspenso.

Momento errado

Reparem no carro das fotos. É o G3, um sedã médio que se inspirou no Corolla e é uma evolução do F3 M. O carro das imagens está emplacado no Brasil e é um dos seis modelos que a BYD trouxe ao país para testes de adaptação.

A Sandrecar usou uma pista de testes em Tatuí, no interior de São Paulo, para avaliar os carros chineses, por isso alguns exemplares foram flagrados com placas da cidade. O processo de nacionalização motivou a vinda de seis engenheiros chineses ao Brasil em 2011 e a meta era lançar a marca até o final daquele ano.

BYD G3 flagrado no Brasil

BYD G3 flagrado no Brasil

O projeto da BYD no Brasil envolvia não só a Sandrecar como também um grupo de investidores que tinha planos de abrir uma fábrica no País. Quando tudo parecia definido, o governo brasileiro aumentou o IPI em 30 pontos percentuais para importados, o que colocou a ideia na geladeira. A mudança teria deixado os executivos transtornados.

Veja também: Qual marca de automóveis é a maior no Facebook?

Segundo quem os avaliou, os carros da BYD mostraram-se confortáveis e com bom acabamento, além de transmissões de engates fáceis. De acordo com nossa fonte, a BYD continua com planos de chegar ao Brasil, mas por enquanto não há previsão de quando isso possa acontecer.

Confira a página oficial do BlogAuto no Facebook.