Peugeot 308 argentino

Se criticamos a Peugeot por se preocupar apenas com o visual do sedã 408 – e esquecer a parte mecânica – parece que ela não quer repetir o erro com o hatch 308. O modelo será lançado em março de 2012 no Brasil – a imprensa anda no carro em fevereiro e as revistas, claro, já testaram o carro no começo de dezembro – e trará na bagagem um novo motor 1.6 16V batizado de EC5 que, além de melhor que seu antecessor, usará um sistema de partida a frio que dispensa o tanquinho de gasolina.

Bem, a PSA diz que o motor é novo mas, segundo relatos de quem esteve no evento, ela explicou que o bloco foi melhorado em vários sentidos. Então não é “novo”. Enfim, o motor agora gera 122 cv a 6.000 giros e atinge 16,4 kgfm de torque a 4.000 rpm sendo que 80% já estão disponíveis a 1.500 rpm e 87%, a 2.000 giros – tudo isso com etanol no tanque. O consumo, segundo a mesma, é 7% inferior ao do atual 1.6.

A Bosch foi a fornecedora do sistema Flex Start, que tem como função aquecer o etanol caso a temperatura esteja abaixo de 12º C. O legal é que o mecanismo, batizado de “wake-up” (acordar em inglês), leva 10 segundos para preparar o combustível para a partida. Por isso, a empresa alemã resolveu ligá-lo assim que o motorista abre a porta. Entre se acom0dar e ligar o carro, parte desses 10 segundos já passou. Boa sacada.

Certamente, o motor EC5 passará a equipar outros modelos da Peugeot e da Citroën como os novos e aguardados 208, no início de 2013, e C3, em meados de 2012.

Peugeot 308 argentino